Nacional derrotado pelo Dínamo Minsk no Funchal foi eliminado da competição

0
67
Nacional derrotado pelo Dínamo Minsk no Funchal foi eliminado da competição

O Nacional perdeu com o Dínamo de Minsk, por 3-2, e foi afastado da fase de Grupos da Liga Europa de futebol, em jogo da segunda mão dos "play-offs" de acesso à competição, disputado no Funchal.

 Os insulares ainda estiveram em vantagem, ao inaugurarem o marcador aos 30 mi-nutos, através de Marco Matias, na conversão de uma grande penalidade.

 No entanto, os bielorrussos reagiram de imediato e empataram dois minutos depois, por Udoji, o que complicava as contas nacionalistas, que ficaram muito mais complica-das aos 40, quando Simovic fez o 2-1.

 A formação "alvinegra" ainda voltou a sonhar aos 53 minutos, quando Aly Ghazal obrigou a novo empate, mas Udoji bisou no encontro, aos 63, deitando por terra qualquer aspiração madeirense.

 Tal como lhe competia, o Nacional assumiu o jogo desde o início e desfrutou de boas oportunidades para marcar na primeira meia-hora, mas a falta de eficácia dos avançados, sobretudo de Mário Rondon, e a frieza e objectividade dos visitantes, dita-ram leis na Choupana.

 A equipa nacionalista entrou forte no jogo e o avançado venezuelano dos insulares perdeu três soberanas oportunidades para marcar, aos três, 29 e 32 minutos, impedindo assim que a hegemonia da sua equipa se traduzisse em golos e num resultado adequado às aspirações de seguir em frente na competição europeia.

 Os madeirenses foram os primeiros a marcar, aos 30 minutos, através de uma grande penalidade concretizada por Marco Matias, resultante de uma falta cometida por Poli-tevich sobre o defesa Miguel Rodrigues.

 Com naturalidade e eficácia quase a cem por cento, os bielorrussos operaram a reviravolta, com golos de Udoji e Simovic, aos 32 e 40 minutos, em dois lances tirados a papel químico, a mostrarem as capacidades ofensivas da equipa do Leste e alguma debilidade "alvinegra" nas bolas paradas.

 Na segunda parte, o Nacional voltou ao jogo acreditando ainda na alteração do resultado negativo e o egípcio Aly Ghazal, aos 53 minutos, igualou o marcador, num lance bem urdido do ataque.

As esperanças "alvinegras" esbarraram, uma vez mais, na eficácia dos bielorrussos, já que, aos 63 minutos, Udoji fez o "bis", colocando o Dínamo novamente em vantagem e acabando em definitivo com as aspirações dos madeirenses.

 Com a eliminatória sentenciada, o último quarto de hora foi jogado com muitas paragens e futebol menos bem conseguido, concretizando-se assim o afastamento do Nacional nas provas europeias.