Museu de Arte e Arquitectura finalista do Festival Mundial de Arquitectura

0
46
Museu de Arte e Arquitectura finalista do Festival Mundial de Arquitectura

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, está na lista de nomeados do World Architecture Festival (Festival Mundial de Arquitectura, WAF), que destaca há mais de uma década alguns dos edifícios mais ambiciosos do mundo.

 De acordo com o sítio ‘online’ da iniciativa dedicada à arquitectura contemporânea, criada há uma década, em Barcelona, o festival decorrerá este ano de 15 a 17 de Novembro, em Berlim, onde deverão reunir-se dezenas de arquitectos e designers de interior.

 Na ‘short-list’ de finalistas do WAF deste ano, foram seleccionados projectos como o Petersen Automotive Museum, em Los Angeles, Estados Unidos, ou o Fitzroy Crossing Renal Hostel, na Austrália.

 Um dos museus que a organização destaca como projecto que conseguiu introduzir-se de forma harmoniosa numa zona urbana junto ao rio, é o MAAT, criado pelo ateliê da britânica Amanda Levette, inaugurado em Outubro do ano passado.

 Os finalistas estão divididos em projectos já construídos e outros ainda por realizar, sendo que os primeiros estão dispersos por 18 categorias, que vão desde a área da saúde, ao desporto, a hotéis, residências, escritórios e equipamentos de cultura.

 É justamente nesta área que se encontra designado o MAAT, concorrendo ao lado de projectos como o Zhao Hua Xi Shi Living Museum, em Pequim, na China, ou o Waterfront Theatre, em Auckland, na Nova Zelândia, e o Museu das Artes em Nantes, em França.

 O MAAT já tinha sido finalista – na lista da segunda selecção de 40 projetos – do Prémio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia Mies van der Rohe 2017, que acabaria atribuído à renovação do complexo de edifícios de apartamentos DeFlat Klei-burg, em Amesterdão, pelos holandeses NL Architects e XVW architectuur.

 O museu da Fundação EDP envolve um espaço global de 38 mil metros quadrados na frente ribeirinha, na zona de Belém, e o edifício foi projectado pelo ateliê AL_A, num in-vestimento global de 20 mi-lhões de euros pela EDP.