Moçambique precisa de 125 milhões de dólares para o sector de águas

0
102
Moçambique

MoçambiqueMoçambique precisa de 125 milhões de dólares para atingir as metas de desenvolvimento do milénio para o sector das águas, disse uma fonte ligada ao departamento governamental de planificação e desenvolvimento.

 A fonte disse ainda que o governo dispõe actualmente apenas de 71 milhões de dólares e acrescentou que aquele montante seria aplicado na construção de 70 sistemas de canalização e mais de nove mil novas ligações nos principais centros urbanos e nas vilas.
 O governo moçambicano, apesar deste constrangimento, tem estado a fazer avultados investimentos no sector de águas e conta com a participação de empresas chinesas.

 O plano económico e social do governo para o presente ano aponta que em relação à componente do abastecimento de água às populações rurais devem ser construídas 2439 fontes e recuperadas outras 943, o que se espera venha beneficiar 1,2 milhões de pessoas, elevando a taxa de cobertura nas zonas rurais para 55 por cento da população.

 Por outro lado, até finais deste ano, espera-se que nas zonas urbanas tenham sido feitas pouco mais de 215 mil ligações e que, em resultado disso, três milhões de pessoas sejam beneficiárias em 25 cidades e vilas.

 Ainda no capítulo de abastecimento de água, o plano económico social em execução e que termina a 31 de Dezembro, inclui a recuperação do sistema de abastecimento de água do planalto de Mueda, na província de Cabo Delgado, a reposição de onze sistemas nas províncias de Cabo Delgado, Manica, Sofala e Maputo, obras de recuperaçao e expansão de dez sistemas nas províncias de Niassa, Cabo Delgado, Zambézia, Tete, Sofala, Tete, Gaza e Maputo e a elaboração de projectos para a recuperação de sete sistemas nas províncias da Zambézia, Manica e Inhambane.