Mineradora Rio Tinto anuncia investimento de 463 milhões de dólares na África do Sul

0
53

 A Rio Tinto anunciou que vai investir 463 milhões de dólares no desenvolvimento das operações de mineração da Richards Bay Minerals (RBM), na província do KwaZulu-Natal, sul da África do Sul, através da construção do projecto Zulti South.

 A multinacional disse que o investimento irá sustentar a capacidade actual da RBM e prolongar o seu tempo de vida útil.

 Actualmente, a RBM opera quatro minas na área de “leasing” em Zulti North, uma fábrica de processamento de minerais e ainda uma fundição.

 De acordo com a empresa, o tipo de minério explorado em Zulti North tem vindo a diminuir, e por isso a necessidade de a mina de Zulti South manter a produção de zircão e rutilo, e fornecer minério suficiente para sustentar as vendas de dióxido de titânio (TiO2).

 A primeira fase de expansão da mina Zulti South sustentará a RBM ao longo da vida da mina. As obras de construção estão previstas para começar ainda este ano, dependendo da conclusão do processo licenciamento, com a primeira produção comercial prevista para o final de 2021, anunciou a empresa.

 O presidente da Rio Tinto, Jean-Sébastien Jacques, disse que a empresa tem uma longa história na África do Sul.

“O investimento sublinha o nosso compromisso nas próximas décadas e para além disso. A Zulti South é um dos melhores depósitos de minérios de areia por desenvolver no sector e ampliará significativamente o posicionamento da RBM como um ativo de primeira classe mundial”, afirmou.

 O ministro dos Recursos Minerais sul-africano, Gwede Mantashe, congratulou-se com o anúncio feito pela empresa mundial de mineração, afirmando que o investimento na província do KwaZulu-Natal “é uma afirmação da atractividade da África do Sul como destino de investimento, além de confirmar o ambiente regulatório e político estável e previsível do país”.