Metro de Pequim cresce 4,5 quilómetros por mês

0
79
Metro de Pequim

Metro de PequimA rede de metropolitano de Pequim, que na década de 1990 tinha apenas duas linhas, deve aumentar em mé-dia 4,5 Kms por mês, chegando aos 560 Kms em 2015.

 A mais nova das nove linhas já existentes, com 28,2 quilómetros de comprimento e 24 estações, entrou em funcionamento, ligando o norte e o sul através do centro da cidade.

 Com a nova linha, a rede tem agora 226 Kms de comprimento e 147 estações, mas há mais sete linhas em construção e no próximo ano de verão começar a ser construídas outras seis.

 O metro de Pequim transporta cerca de 3,5 milhões de passageiros por dia. Cada viagem custa 2 yuan (20 cêntimos).
 De acordo com o plano do governo municipal, em 2010, a rede de metropolitano da cidade deverá ter 300 kms de comprimento e cinco anos depois chegará aos 560 – mais do que Londres, Paris ou Moscovo.

 Pequim tem cerca de 17 milhões de habitantes e quase quatro milhões de veículos em circulação.
 “O invulgar rápido desenvolvimento do metropolitano a que assistimos hoje deve-se ao facto de, anteriormente, o crescimento ter sido demasiado lento”, disse um perito da Academia Chinesa de Engenharia
 “E o congestionamento do trânsito também exige uma rápida solução”, acrescentou.

 A primeira linha de metropolitano, ainda projectada com o apoio de técnicos soviéticos, começou a funcionar em 1969, ao longo da avenida que atravessa Pequim de Leste a Oeste, mas até 2001 foram construídos apenas 42 quilómetros.

 Com os Jogos Olímpicos de 2008, o metropolitano ganhou um novo impulso e em menos de uma década a rede quase quintuplicou.