Marítimo Marathon Club de Pretoria homenageou os seus corredores

0
102
Marítimo Marathon Club de Pretoria homenageou os seus corredores

Marítimo Marathon Club de Pretoria homenageou os seus corredoresEm convívio realizado na tarde do penúltimo domingo, 23 de Janeiro, nas instalações que o Club Sport Marítimo utiliza como sede social, em Hatfield, da capital sul-africana, foram pelos responsáveis dessa secção de atletismo maritimista, Pieter van der Merwa e Manuel Furriel, homenageados com troféus.

Os atletas que em masculinos e femininos mais se destacaram nas competições em que participaram em 2010, tanto na meia maratona organizada pelo Marítimo da capital, disputada a 30 de Ou-tubro último, como noutras corridas oficiais a contar para o campeonato do Northern Gauteng, e ainda na principal competição anual de grande relevo a nível nacional, como é a “Comrades Marathon”, disputada no mês de Junho, entre Durban e Pietermaritzburg.

  Neste convívio e após o almoço que a todos ali foi servido e decorreu em agradável ambiente, usaram da palavra o presidente dessa secção de atletismo do Marítimo de Pretória, Pieter van der Merwa, e o tesoureiro e coordenador da meia maratona que integrada no calendário oficial do atletismo é disputada anualmente por este cube português, Manuel Furriel, para nas suas palavras agra-decerem a presença de todos ali nessa tarde, destacando a dedicação dos corredores que em anos sucessivos vêm representando o Marítimo neste desporto, e com o seu empenho dignificarem o nome do clube, a todos pe-dindo para que com a mesma postura continuarem no fu-turo a competir e darem o seu melhor em defesa das co-res maritimistas, sendo por ambos enaltecido o bom trabalho de cada membro directivo, atribuindo ao colectivismo, incluindo aqui a preciosa colaboração de patrocina-dores, o sucesso verificado em cada ano nesta grande prova da modalidade, que além de elevar o nome do clu-be, enaltece e prestigia a grande comunidade portuguesa.

  Na entrega de medalhas à colaboração que tiveram, as-sim como às individualidades convidadas para esta ho-menagem, com destaque para a Princess Rahlogo, res-ponsável pelos serviços camarários citadinos do “Sport & Recreation Officer City of Tshwane”, – que na mesa principal e além de seu marido Jacob, tomaram lugar os ca-sais Manuel Furriel, Vasco Martins ex-presidente da assembleia-geral deste Marítimo da cidade jacaranda, e o delegado em Pretória do jornal “O Século de Joanesbur-go”, Vicente Dias -, Pieter van der Merwa e Manuel Furriel ao exprimirem o seu regozijo pelos sucessivos êxitos conseguidos por este Marítimo Marathon Club, na grande prova anual que é organizada nas suas instalações em Hatfield, e não deixa de ser um desafio à audácia, empenho e competência de ambos.

  Foi notória nesta homenagem, a ausência de corredores da nossa comunidade, o que se estranha e não deixa de se lamentar, dado nela existirem por certo muitos e gran-des valores em atletismo, podendo quem o desejar, como aliás Manuel Furriel vem constantemente apelando nas suas intervenções ao referir-se a esta modalidade, para procederem à sua filiação neste Marítimo, contactando-o pelos telefones 082 565 3086 e 076 104 9288, ou Pieter van der Merwa 082 593 8778.

  Criado há doze anos, com as corridas nos primeiros dois anos, consideradas pela Federação onde havia sido inscrito, como temporárias, para avaliação da sua capacidade organizadora, viria a sua primeira corrida oficial a ser disputada com partida e chegada ao campo de Hercules, seguindo-se nos terrenos fronteiriços à ACPP, e há mais de dez anos nas actuais instalações que como sede utiliza em Hatfield, sendo primeiro presidente deste Marítimo Marathon Club, Joaquim Faria, e depois dele Pieter van der Merwa, um sul-africano que tem dado provas da sua competência e dedicação à modalidade, daí e com o gradual aumento de competidores, participarem nesta última meia maratona disputada a 30 de Outubro de 2010, perto de três mil corredores.

  Também o ex-presidente da assembleia-geral deste Marítimo de Pretória, Vasco Martins – há alguns anos ra-dicado em Joanesburgo, cidade onde vem exercendo a sua actividade empresarial, sem contudo deixar de sempre que lhe é pedido e possível, colaborar com este seu Marítimo da capital -, fez questão de nesta homenagem dirigir algumas palavras, na sua maior parte destinadas a elogiar Manuel Furriel, que pelo seu entusiasmo e dedicação aos ideais maritimistas, tem sido sem sombra de dúvida a pedra base deste clube verde-rubro, e bem apoiado por Pieter van der Merwa, que por sinal neste preciso dia ali festejava o seu aniversário natalício, elevado o bom nome do clube à posição de destaque no atletismo sul-africano, terminando a sua intervenção com referências elogiosas ao representante em Pretória do jornal “O Século de Joanesburgo”, pela maneira como de perto acompanha e divulga as actividades na comunidade.