Marítimo de Pretória festejou Aniversário

0
57
Marítimo de Pretória

Marítimo de PretóriaCom um programa que abriu com o torneio de sueca disputado na noite de sexta-feira, 18 de Setembro, na sua sede em Hatfield, de que saiu ven-cedora a dupla João de Jesus -Manuel Furriel.

Classificando-se em segundo lugar a formada por Abel de Aveiro-William da Silva, em terceiro Joaquim Moutinho-Carlos Gaspar, e na quarta posição José Manuel Aguiar-Emanuel Correia, o Club Sport Marítimo de Pre-tória festejou no penúltimo fim de semana, o décimo quarto aniversário da sua fundação na capital sul-africana.

 A festa principal, diga-se com muito entusiasmo e assinalado sucesso, viria a decorrer no domingo seguinte, dia 20, no salão da igreja católica de Santa Maria dos Portugueses, em Pretoria West, onde se efectuaram todas as activida-des relacionadas com essa efeméride, a começar pelo concorrido almoço de conví-vio, contando-se entre os convidados, o secretário da em-baixada e gerente da secção consular, dr. Pedro de Almei-da e as chanceleres Carlota Amorim e Margarida Oliveira, Frei Gilberto Teixeira e diáco-no Manuel Carlos Nhaquila, os comendadores Estêvão Rosa, Gilberto Leal e Joe Quintal, o conselheiro da co-munidade eleito por Joanes-burgo, Silvério Silva, e os pre-sidentes, da Federação das Colectividades, Alexandre Santos; o da Casa do Porto, Victor da Silva; o da Casa Social da Madeira, Damião de Freitas; o da Academia do Ba-calhau, Ivo de Sousa; e a da Liga da Mulher Portuguesa, filial de Pretória, comendadora Manuela Rosa.

 Em prosseguimento, as pessoas que enchiam por completo esse salão, assistiram durante a tarde, à actuação em variedades, do cançone-tista da comunidade, Damião de Freitas, e exibição dos ranchos folclóricos da Casa So-cial da Madeira de Pretória, e o do Troyeville/Núcleo de Ar-te e Cultura, de Joanesburgo, com os números interpretados do agrado geral que lhes atri-buíram fortes aplausos, tendo mediante o entusiasmo e cari-nho dispensado pela assistência à actuação folclórica ali nos festejos, levado a que o componente e apresentador do agrupamento visitante, Al-fredo Lima, a fazer um apelo aos presentes, para não dei-xarem morrer o nosso folclore na África do Sul, pedindo para tal que apoiassem e acari-nhassem quem tente fazer al-go pela nossa cultura popular, porque seria muito triste vir a perder um dia o pouco que resta desta nossa tão rica e belas tradições.

 Com a música de fundo e para o baile que conheceu a sua animação, a cargo do conjunto “Estrelas da Madei-ra”, foram nos festejos reco-nhecidos com medalhas co-memorativas os dois ranchos folclóricos, colocadas nos seus estandartes, e todos os membros directivos do aniversariante Marítimo, bem como oferecidas placas simboliza-das com o emblema deste mesmo clube, aos patrocina-dores das diversas activida-des, referenciados mais à frente, e aos que contribuíram com donativos, Elmiro Mar-tins, Agostinho da Cal, Gabriel Oliveira, João da Cal, Luís Oli-val, Manuel da Cal, Manny Pereira, Meat 2Oceans, Mo-dern Packaging, Rum & Oce-an Meat Market, Vasco Mar-tins, e outras pessoas que mais de perto tenham colaborado nesta festa, casos dos ofertantes dos artigos que ali foram leiloados por Tony Oli-veira e Damião de Freitas, entre as quais Fátima Teixeira que confeccionou e ofereceu o bolo para este aniversário.

 Ao usar da palavra para as boas vindas aos presentes, que, como sublinhou, era para si um prazer tê-los a todos ali neste aniversário, o presiden-te da direcção deste Marítimo, Manuel Furriel, o homem a quem como referiu se deve a fundação em Pretória desta representação maritimista, dedicou praticamente toda a sua intervenção no agradecimento aos que de qualquer modo consigo colaboraram na organização destes festejos, onde não foram esquecidas a igreja de Santa Maria dos Por-tugueses pela cedência das instalações para a celebração da efeméride, as senhoras que trabalharam na cozinha, enfeitaram o salão e serviram às mesas, aos “sponsors” atrás referidos, aos ranchos e artista que ali actuaram, onde o “bailinho” da CSM entrou e saiu entoando a marcha do Marítimo, e um reconhecimento ao Século de Joanes-burgo pela cobertura do evento, assim como aos que cola-boraram na rifa, que mais abaixo se indicam, e os que ofereceram os artigos ali leiloados, Joaquim Monteiro, Ví-tor de Freitas, Manny’s Liquor Hyper, Joaquim Vicente Dias, comendador Gilberto Leal, Ivo de Sousa e Fátima do Johnny’s Liquor, terminando com a informação de nesta precisa data o Marítimo do Funchal celebrar na Madeira os noventa e nove anos da sua fundação, sendo para o brinde de parabéns aos dois aniversariantes distribuído champanhe pelas mesas.