Marca “I Douro You” promove no estrangeiro região duriense

0
165
Marca

Marca Madrid, Paris, Londres, Berna, Berlim e Washington são as capitais onde a Estrutura de Missão do Douro vai promover as potencialidades da região, com recurso à marca “I Douro You”.

A chamada “lovebrand” resulta de uma opção conjunta por parte do Turismo do Douro, do Museu do Douro e da Rota do Vinho do Porto, e enquadrasse nos objectivos do programa Douro Vivo, que, além das acções de promoção nas seis capitais, prevê também 40 concertos em território duriense.

O objectivo é projectar a região a nível nacional e internacional, enquanto destino turístico com capacidade para atrair investimento, e também aumentar o período de estadia de quem visita o Douro, combatendo a sazonalidade. Tendo como promotor a Fundação do Museu do Douro, o projecto implica um investimento de 870 mil euros e, até final de Julho, deverá ver aprovada a sua candidatura a 70 por cento de financiamento pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Ricardo Magalhães, chefe da Estrutura de Missão para a Região Demarcada do Douro, afirma que em causa está “uma convergência estratégica que pretende não só promover mas também animar” a região duriense. A primeira iniciativa no âmbito do “Douro Vivo” foi um conc rso de ideias que premiou 1100 estudantes com uma viagem de barco no rio e a segunda foi “O Mundo no Douro”, que no fim-de-semana apresentou a região a embaixadores de 35 países e cinco continentes.

Do financiamento do FEDER dependerá agora a concretização de outras seis acções, entre as quais “O Douro no Mundo”. Ricardo Magalhães explica: “Depois de trazermos o mundo ao Douro, queremos agora levar o Douro ao mundo”. A ideia é apresentar produtos e valores da região duriense a seis capitais em cinco embaixadas estrangeiras – incluindo a de Washington –, convencendo diversos líderes de opinião sobre o potencial desse território. Outra iniciativa anunciada é a realização de 40 concertos organizados pelo Museu do Douro, “como factor de animação turística e diversificação da oferta cultural”, e a produção do “Verão no Douro”, um roteiro televisivo de sete dias em diferentes localidades da região.

Ricardo Magalhães revela que o programa integra também o Festival de Cerejas do Douro, com um roteiro específico de do s dias em Resende, e o Grande Baile das Vindimas, que, em moldes idênticos, se associa ao Prémio de Melhor Foto do Alto Douro Vinhateiro. Para 2010, está ainda prevista uma acção de marketing directo no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, promovendo as potencialidades do Douro, despertando interesse pela gastronomia regional e estimulando a estadia na região.

O programa “Douro Vivo” tem como entidades parceiras a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, a Estrutura de Missão do Douro e o Turismo do Douro. O apoio executivo é da empresa Douro Azul.