Mantida em “B+” notação de risco da dívida moçambicana

0
110
Mantida em “B+” notação de risco da dívida moçambicana

A agência Fitch Ratings manteve em “B+” a notação de risco da divida de longo prazo em moeda estrangeira e nacional de Moçambique e manteve igualmente a perspectiva (“outlook”) em estável, de acordo com um comunicado divulgado pela agência.

Na nota justificativa, a Fitch afirma que o crescimento económico deverá cair este ano para 6,8%, depois da média de 7,2% registada nos últimos cinco anos, mas superior à mediana de 4,4% atribuída à notação “B”.

 O arrefecimento da economia ficará a dever-se ao impacto adverso das cheias registadas no princípio de Janeiro na produção agrícola e nas infra-es-truturas.

 A agência adiantou que a

perspectiva de evolução da economia a médio prazo mantém-se favorável, apesar dos riscos associados à quebra dos preços das matérias-primas e aos constrangimentos em termos de infra-estruturas, com o desenvolvimento do sector do carvão a sofrer com os elevados custos dos transportes e dos preços baixos nos mercados internacionais.

 “O desenvolvimento dos projectos relacionados com a exploração dos depósitos de gás natural deverá continuar, estimando-se que venham a custar 40 mil milhões de dólares”, pode ler-se no comunicado.

No entanto, atendendo ao presente valor do preço do barril associado à possibilidade de o grupo norte-americano Anadarko Petroleum poder vender a sua participação no bloco Área 1 à Exxon Mobil, uma decisão final de investimento poderá não ocorrer antes de 2016, o que atiraria a exploração dos depósitos de gás para 2020 ou mes-mo mais tarde.