Manny de Freitas eleito para o Instituto Parlamentar da RSA

0
48
Manny de Freitas eleito para o Instituto Parlamentar da RSA

O Instituto Parlamentar da África do Sul (PISA) levou a efeito na segunda-feira passada a sua assembleia geral anual na qual foi eleito o novo Conselho de Directores para o próximo ano. PISA é uma organização não governamental com membros filiados que serve como um forum parlamentar que engloba partidos eleitos. O objectivo de PISA é conferir maior poder à As-sembleia Nacional do país de forma a cumprir melhor o seu mandato constitucional e impulsionar uma maior interacção no envolvimento político quotidiano.

  O objectivo primário de PISA é actuar como um centro de diálogo na esfera académica, social e científica, proporcionando um debate de ideias e análise de projectos sobre assuntos de inte-resse público, que transcendem as linhas partidárias políticas e ideológicas.

  Nessa Assembleia Geral Anual foram reeleitos membros do Conselho de Directores anterior que inclui o ex-deputado e antigo embaixador da RSA na Tailândia, Douglas Gibson, e o actual deputado Mario Ambrosini. Os novos membros eleitos são o anterior deputado e líder oficial da oposição, Tony Leon, e o ac-tual deputado e ministro do Interior do “governo sombra”, o luso-descedente Manny de Freitas.

  Em declarações à Reportagem do “Século de Joanesburgo”, Manny de Freitas afirmou que se sente muito empenhado em continuar o bom trabalho desenvolvido pelos fundadores e anteriores membros do Conselho de Administração de PISA. Gostaria de, no futuro, imprimir impulsos adicionais não só entre meus colegas deputados mas também junto de líderes de opinião e da sociedade civil de forma a que políticas conjuntas afectem numa via que conduza a melhor governança”.