Luís Figo, antigo internacional de Portugal, candidata-se à presidência da FIFA

0
53
Luís Figo, antigo internacional de Portugal, candidata-se à presidência da FIFA

O antigo jogador português foi o melhor do mundo em 2000. Agora é candidato à presidência da FIFA. Passar de futebolista a dirigente de topo é uma situação que tem vindo a aumentar. Platini ou Beckenbauer são bons exemplos.

 O português Luís Figo é a mais actual figura de dimensão mundial a decidir ter um papel decisivo nos destinos do futebol a partir da secretária, da sala de reuniões, dos comités executivos, depois de ter sido consagrado como um dos melhores futebolistas do mundo na sua geração.

 O seu anúncio de candidatura à presidência da FIFA é um facto que faz parte da actual realidade do desporto-rei.

 

* “Candidatura de Figo será sempre apoiada pelo Governo português”

 

 A candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA tem todo o apoio do Governo português, afirmou o ministro Marques Guedes, considerando que o antigo futebolista português tem prestígio, qualidade e competência na área do desporto.

 “A posição do Governo sobre essa candidatura é óbvia. A ocupação por parte de portugueses, e portugueses com o prestígio, com a qualidade e a competência que, obviamente, também todos reconhecemos na área do desporto ao Luís Figo, é algo que será sempre apoiado, de acordo com os seus meios, pelo Governo de Portugal”, afirmou o ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros.

 “Será uma honra para o nosso país poder ter Luís Figo à frente da presidência da FIFA, se for esse o resultado bem-sucedido da sua candidatura, considerou o ministro  Marques Guedes, ao terminar a sua intervenção.

 

* Fernando Gomes: “É uma honra apoiar a candidatura de Figo à FIFA”

 

 O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, conside-rou, na quarta-feira, que é uma honra estar ao lado de Luís Figo na candidatura à presidência da FIFA.

 “É uma enorme honra, para a FPF, apoiar e suportar a candidatura de Luís Figo à pre-sidência da FIFA. Dissémos, aquando do início do nosso mandato, que tudo faríamos para que a Federação tivesse uma maior representatividade nos órgãos de decisão do futebol Mundial. Este é mais um passo”, começou por dizer o responsável pelo órgão que tutela o futebol em Portugal.

 “Reconheço, no Luís Figo, grandes capacidades para poder desempenhar cabalmente a função caso, eventualmente, venha a ser eleito.

 É um processo que não é fácil. É uma eleição difícil, mas o Luís, com a sua tenacidade de capacidade, não deixará de ler os seus pontos de vista sobre aquilo que o futebol necessita”, sublinhou Fernando Gomes.

 A Federação Portuguesa de Futebol estará ao lado do antigo internacional português ao longo de todo o processo, embora Fernando Gomes faça questão de frisar que a decisão de avançar para a presidência da FIFA seja, inteiramente, da responsabilidade do vencedor da Bola de Ouro no ano 2000.

Fernando Gomes acrescentou, ainda, que reconhece em Luís Figo todo um conjunto de características para ser bem-sucedido e desempenhar um papel importante à frente dos destinos do futebol Mundial.

 

* Presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, já manifestou seu apoio a Luís Figo.

 

 A candidatura de Luís Figo é uma oportunidade para debater o futuro do futebol a nível mundial e, desse ponto de vista, é saudável que tenha aparecido alguém que, com a sua experiência e a sua capacidade, se disponibilize a trazer novas ideias para cima da mesa.

 É evidente que é um orgulho ele ser português, mas não é isso que deve ser realçado, mas sim o facto de ser uma pessoa que conhece como poucos o futebol, sabe o que é preciso para o melhorar e de estar disponível para assumir um desafio desta di-mensão. O futebol já ganhou com esta candidatura”!

 

–  Mourinho anunciou apoio à candidatura de Luís Figo para a presidência da FIFA.

 

 O técnico português considera que o antigo jogador é uma boa opção para a lide-rança do organismo que tutela o futebol a nível mundial.

 “Acho que a candidatura de Luís Figo é uma boa notícia para o futebol. A sua carreira no futebol é uma garantia para o futuro da FIFA”, disse o treinador à agência Lusa.

 Conheço-lhe o carácter, a determinação e a sua paixão pelo futebol. Será um presidente focado no futebol, a pensar o jogo e tudo o que pode ser melhorado e um presidente próximo das federações”, acrescentou Mourinho, que trabalhou com Luís Figo no Sporting, no Barcelona e no Inter de Milão, em 2008/09, temporada onde o antigo melhor jogador do mundo terminou a carreira.

 

Timor apoia LUÍS Figo nas Eleições da FIFA

 

 O vice-presidente da Federação de Futebol Timor-Leste (FFTL), Filomeno Fernandes, expressou esta quinta-feira o apoio à candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA.   Em declarações à agência Lusa, o responsável confirmou que a FFTL vai reunir para decidir sobre um eventual apoio ao antigo internacional português. “Vamos ter um encontro para tomar uma decisão sobre quem apoiamos, mas eu defendo que a federação apoie a candidatura de Figo para presidente da FIFA (…). É um português, de um país irmão, e é um orgulho para nós ser candidato e ainda mais se for presidente”, disse Filomeno Fernandes, sublinhando que a hipótese de Figo ganhar a corrida à presidência da FIFA será positiva para os países da CPLP.

 

* Associação de Futebol de Lisboa apoia Figo

 

 A Associação de Futebol de Lisboa (AFL)  apoia Luís Figo à presidência da FIFA.

 “A AFL congratula-se pela candidatura, desejando que uma figura referencial do futebol português alcance a merecida e desejada vitória.

 A candidatura de Luís Figo não pode deixar de ser vista, pela AFL, como uma oportunidade única do futebol amador ter voz na mais alta instância do futebol internacional”, lê-se num comunicado da associação.

 A AFL lembrou ainda que o antigo internacional português é um produto do futebol amador de Lisboa, mas também um “desportista do mundo”.

 As eleições para a presidência da FIFA vão ser realizadas a 29 de Maio, e conta com cinco candidatos, entre eles Sepp Blatter.