Linhas Aéreas de Moçambique reforça frota com mais três aviões

0
115
Linhas Aéreas de Moçambique reforça frota com mais três aviões

Mais dois aviões brasileiros Embraer ERJ -190 vão reforçar a frota das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) aumentando para quatro o número de aparelhos da marca brasileira na companhia aérea de bandeira moçambicana.

 O primeiro Embraer ERJ-190 chegará em Outubro deste ano em regime de “leasing” e o outro no final de 2013, anunciou em Maputo a administradora delegada da LAM, Marlene Manave.
 A responsável da LAM revelou ainda que as Linhas Aéreas de Moçambique vão alugar um avião do tipo Boeing 734-500 na vizinha África do Sul que irá substituir o último Boeing 737-200 da companhia no âmbito da renovação da frota.
 Marlene Manave disse ainda que a LAM pretende abrir mais rotas domésticas e regionais nomeadamente para Angola, Quénia e África do Sul e, posteriormente , com a criação da LAM Internacional estabelecer carreiras intercontinentais para a China e Brasil.
 A administradora delegada da empresa revelou igualmente um aumento de 15% nas receitas de 2011 e um aumento de 5% no movimento de passageiros.

* LAM vai voar para a China e Brasil

 As Linhas Aéreas de Mo-çambique (LAM) vão iniciar voos para o Brasil e China no segundo semestre corrente ano.
 A administradora delegada  da LAM, Marlene Manave dis-se que os voos podem iniciar-se entre Setembro e Novembro.
 Segundo a mesma responsável este projecto de novas rotas está estimado em 10 milhões de dólares americanos e tem o apoio e contribuição financeira do Brasil
 Ainda de acordo com Manave  deverá, entretanto, ser criada a LAM Internacional.
 A administradora delegada da LAM revelou igualmente que estão em curso conversações com responsáveis do Brasil e China.

 Em Novembro de 2011 o Brasil anunciou que iria ajudar a LAM a comprar mais aviões ao abrigo de um empréstimo de 300 milhões de dólares do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social do Brasil (BNDES).
 A frota da LAM inclui aviões Embraer, fabricados pela Empresa Brasileira de Aeronáutica.