Linha férrea de Nacala aumenta capacidade do transporte de carvão

0
61
economico

A linha de caminho-de-ferro do Corredor de Nacala vai receber em breve 3 milhões de dólares em investimento para aumentar a capacidade de transporte do carvão extraído em Moatize, Tete, anunciou em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

 Mouzinho Saíde adiantou que daquele montante 1,9 milhões de dólares serão aplicados em Moçambique e os restantes 1,1 milhões no Malawi, cujo território é atravessado pela linha que liga Moatize ao porto de Nacala, na província de Nampula.

 O porta-voz disse que o Conselho de Ministros aprovou um acordo directo entre o governo de Moçambique, na qualidade de autoridade concedente e as concessionárias ferroviários e portuários da região norte, nomeadamente o Corredor de Desenvolvimento do Norte e o Corredor Logístico Integrado de Nacala.

 “O acordo não criará nenhuma obrigação financeira do governo perante os financiadores, visto que os riscos da operação logística são da responsabilidade da concessionária e seus promotores, nomeadamente os grupos brasileiro Vale e japonês Mitsui & Co”, indicou o porta-voz, citado pelo matutino Notícias, de Maputo.