Liga da Mulher Católica da Igreja de Santa Maria em Pretória organiza convívio natalício

0
38
Liga da Mulher Católica da Igreja de Santa Maria em Pretória organiza convívio natalício

Promovido pela Liga da Mulher Católica ligada à Igreja de Santa Maria dos Portugueses, teve lugar no salão de festas da paróquia, em Pretória West, na tarde do penúltimo sábado, 21 de Novembro, o já tradicional convívio natalício para pessoas idosas, nele tomando parte os utentes do Lar S. Francisco de Assis, tal como nos anos anteriores tem acontecido, e outros idosos da nossa comunidade que antecipadamente se inscreveram, ou por qualquer via manifestaram à organização a sua vontade de estar presente, acabando por reunir mais de uma centena de convivas.

 Entre os presente estiveram  o casal de comendadores Estêvão e Manuela Rosa, o pre-sidente da Confraria do Santíssimo Sacramento, António Correia de Freitas, que ali foi mestre-de-cerimónias, com a oração de bênção da refeição a cargo do Frei Lameque André Michangula, desta mesma igreja católica portuguesa, que se fazia acompanhar de seus pais Lameque Enosse e Lizete Lisboa, e de suas irmãs Hercília e Miquelina, que de Moçambique se deslocaram a Pretória para uma visita de alguns dias.

 Antes de ser servida a refeição, usou ali da palavra a actual presidente da “CWL/Liga da Mulher Católica, Fátima de Freitas, para no seu breve improviso dar as boas-vindas aos que ali marcavam presença e agradecer a quantos consigo colaboraram no convívio, para além das membros da organização a que preside, Maria da Encarnação Rodrigues do grupo Esperança e Vida, Fernanda Laranjeiro do grupo de Oração, do Frei Lameque André Michangula da igreja de Santa Maria, do presidente da Confraria do Santíssimo Sacramento ligada a esta mesma igreja, An-tónio Correia de Freitas, na condução das actividades ali realizadas naquela tarde.

 Agradecimentos também foram aos patrocínios que tivera para este evento, de António de Sousa, Victor Camacho e Albertino de Abreu, englobando em reconhecimento a ajuda prestada pelas dirigentes e empregadas do Centro-Dia S. Francisco de Assis, a presença do jornal “O Século de Joanesburgo”, na cobertura do evento, e dos componentes da Universidade Sénior Boa Esperança pela diversão (cânticos e pequena peça de teatro) que ali iriam apresentar.

 De salientar que o convívio natalício que anualmente e nestes moldes é feito nesta igreja de Santa Maria, de que é pároco o Frei Gilberto Teixeira, e ali tem a acompanhá-lo o seu colega moçambicano Lameque André Michangula, com todo o carinho nesta quadra, se devendo ao empenho das senhoras que fazem parte desta Liga da Mulher Católica, presentemente presidida por Fátima de Freitas, na decoração do salão, confecção das variadas e deliciosas sobremesas servidas a seguir ao “self-service” e ajuda nos diversos âmbitos da confraternização, daí o sucesso repetido anualmente no evento.

 Depois do almoço, os presentes assistiram a algumas danças típicas africanas, pelo grupo de empregadas que trabalham no Centro-Dia S. Francisco de Assis, que para ajudar a servir às mesas neste convívio, se apresentaram com os novos uniformes

constituídos de batas azuis, avental e lenço da mesma cor na cabeça, com o emblema dos Lusíadas ao peito, organização a quem agora pertence a administração deste lar de idosos, que ali tem como encarregada Natália Maia, e por António Correia de Freitas feita referência elogiosa a esta Associação de Bem-Fazer, na cidade de Pretória.

 Estendeu por outro lado, em nome da “CWL”, de que sua sobrinha Fátima é actual presidente, os agradecimentos a todas as ajudas prestadas a este almoço de Natal a favor dos idosos da comunidade, tradicionalmente repetido por esta altura do ano, e olhando ao seu significado dever ser mantido.

 De seguida entrou em actuação o grupo coral da Universidade Sénior Boa Esperança, na apresentação de alguns números do seu reportório, típicos da nossa música popular, seguidos de alguns poemas, uns alusivos à quadra natalícia, e outros de temas intitulados “A Preguiça”, Balada de Neve, de Augusto Gil, outro dedicado à Madeira, de Miguel Trigueiros, seguindo-se o alusivo ao Natal, após o que por cinco elementos do mesmo grupo foi levada à cena a pequena peça de teatro intitulada “O Príncipe de Mãos Vazias” e por último lido por Manuela Rosa o poema “Dia de Natal” da autoria de António Gideão, esta que ali teve palavras elogiosas à organização deste convívio dedicado à terceira idade, e pelo seu significado dever ser mantido em cada ano.

 Digno de registo neste convívio a favor dos idosos, o empenho, a alegria, o carinho e a atenção que as membros desta Liga da Mulher Católica dispensaram a cada idoso que ali conviveu, bem demonstrativo do espírito de solidariedade com que essas senhoras se entregam em prol do bem comum, fazendo lembrar a esses velhinhos, que num mundo de interesses e atropelos a que infelizmente vamos assistindo, ainda há quem se lembre daqueles que devido à sua avançada idade, precisam de uma mão amiga.

 O convívio onde ainda foram entregues pequenas embalagens de biscoitos a cada idoso, e premiados os ocupantes das cadeiras onde em local invisível havia previamente sido colocados símbolos a dar direito a esses seis prémios especiais, foi encerrado com a alegria com que vários dos presentes se divertiram naquela tarde, com música do “DJ VIX”, todos dali saindo satisfeitos pelo agradável ambiente vivido neste almoço dedicado à terceira idade.