Líderes portugueses não estão preocupados com situação social

0
10
Líderes portugueses não estão preocupados com situação social

Os governantes portugueses “não estão preocupados” com “a situação social” e “querem só que aperte o cinto”, constatou o ex-Presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso, em Lisboa antes de receber um doutoramento honoris causa e participar numa conferência.

 Em entrevista à agência Lusa, o sociólogo e político recordou como, quando estava à frente da presidência brasileira, conviveu de perto com o Fundo Monetário Internacional (FMI), mas sem nunca descurar a situação social.
 “Em pleno FMI, nós fizémos as bolsas para as camadas mais pobres do Brasil (…), fizémos uma política continuada de aumento do salário mínimo. Nunca deixamos de ver a situação social, nós equilibramos”, sublinhou.
 Para Fernando Henrique Cardoso, a diferença é que em Portugal já se parte “de um patamar social mais elevado” e os líderes políticos “parece que não estão preocupados” com os efeitos sociais das medidas de austeridade e “querem só que aperte o cinto”.