Lançamento da SAPCC é um sinal de confiança no futuro da África do Sul

0
14
Lançamento da SAPCC é um sinal de confiança no futuro da África do Sul

Depois de expressar a sua gratidão pelo convite para tão significativa cerimónia, o premier da Província de Gauteng, David Makhura, que se tem afirmado como um defensor da boa governação e um crítico da corrupção, disse que o lançamento da South African Portuguese Chamber of Commerce é um sinal de confiança no futuro da África do Sul, surgindo também como um veículo promotor dos negócios bilaterais entre os dois países.

 O premier de Gauteng, que é o sexto desde que a democracia foi implementada na África do Sul ha 20 anos e que não alinha nem na arrogância nem no populismo, enunciou, com enfatisado orgulho, dados estatísticos que colocam a pro-víncia como o motor económico do país e uma das regiões africanas com o mais elevado valor do Produto Interno Bruto, lideranças que pretende conservar. Nessa perspectiva, aludiu ao programa assente em dez pontos que visa transformar, modernizar e reindustrializar Gauteng.

 David Makhura expôs o que entende por diplomacia económica e apelou aos empresários portugueses que invistam na inclusão social das populações residentes nas grandes áreas metropolitanas de Gauteng, onde os townships deixaram de ser dormitórios de trabalhadores dos grandes centros urbanos para passarem a ter vida própria.

 Aconselhou os empresários a investirem na construção de infraestruturas e também na criação de pequenas e mé-dias empresas com parceiros que tenham espírito empresarial em detrimento daqueles que se apresentam como traficantes de influências.

 Makhura disse que está decidido a resolver o problema da falta de serviços públicos em locais estratégicos, facto que afecta negativamente a implementação de negócios junto de certas comunidadades suburbanas.

 O premier de Gauteng, que tem imprimido uma nova dinâ-mica ao seu governo provincial com uma efectiva actuação no terreno, pretende que os serviços públicos atinjam níveis de produtividade mais elevados e está empenhado em resolver os maiores problemas da região, como seja o do abastecimento de água e a melhoria das infraestuturas rodoviárias. Ele pretende transformar a província numa plataforma estratégica para promover novas oportunidades económicas que assegurem a prosperidade e levem à criação de mais emprego.