Jovens lusos têm serão em Rosebank com Marco Gomes o baixista da banda Prime Circle

0
111
comunidades

Na quinta-feira, 28 de Julho, teve lugar no Standard Bank Incubator em Rosebank, um serão onde o baixista e co-fundador da banda Prime Circle, foi o orador.

 A sessão centrou-se na jornada do músico que vem da cidade industrial e mineira de Witbank (Emalahleni).

 O português, cuja família é oriunda de Ermesinde, Portu-gal, descreveu a sua jornada, desde os primórdios musicais, passando pela abertura de concerto Live-Aid, culminando no sucesso mundial e recordes de vendas.

 A banda, segundo Gomes, existe há 16 anos e todos os membros são os originais. Começaram a ganhar “airplay” ou tempo de antena na rádio, ao contratarem discjoqueys da rádio 5FM e dando-lhes as “demos” musicais da banda.

 Marco Gomes afirmou naquele serão que “o mais difícil de tudo foi conseguir um contrato discográfico. Mas quando conseguimos, foi em trinta dias que tivémos que gravar o nosso álbum. Não foi uma experiência nada fácil.”

 O músico, que toca bateria, guitarra, guitarra-baixo e dá a voz às canções também, afirmou que aprenderam muito durante a sua viagem no mun-do da música, que segundo Gomes, “é um mundo muito difícil! Tivémos que aprender que existem vários advogados, entre eles, da música. Que existe toda uma logística e coordenação nos bastidores, que as pessoas nem calculam e que a viagem dos Prime Cirle, foi uma de tentativa e erro, uma aprendizagem lenta e progressiva.

 O que mais tarde culminou com a banda a formar a sua própria empresa discográfica e de promoção da banda.

 Marco Gomes afirmou-se um homem de família e de valores tradicionais, isto ao responder a uma questão se o mundo do rock é mesmo “sexo, drogas e rock&roll?”

 Esta questão foi respondida numa pequena sessão de perguntas e respostas após a intervenção de Gomes. Os presentes quiseram saber desde as dificuldades na tournée a como lida com a distância à família, entre outras questões técnicas que envolvem os Prime Circle.

 A sessão terminou com um convívio, várias pessoas a cumprimentarem e interagirem com o músico e entre si, trocando impressões sobre o evento.

 Seguiu-se uma sessão de bisca e convívio, acompanhado de bebidas e canapés.

 Antes, logo no início do serão, uma das responsáveis do Young Adult Portuguese Society (YAPS), a animadora de rádio da 5FM Nicole da Silva, apresentou Isabel de Gouveia.  Esta falou nas aulas de Português, leccionadas na escola de línguas da Universidade Wits e que de Gouveia também dá em particular. Isto, porque o YAPS está a tentar fomentar entre os jovens que não dominam o idioma, a aprendizagem e uso do Português.