Jardim exorta à união de empresários contra dificuldades impostas pela Banca

0
40
Jardim

JardimO presidente do Governo Regional da Madeira desafiou os empresários madeirenses, em particular aqueles ligados à indústria turística, a se unirem para ultrapassar as dificuldades actuais, sobretudo por causa das restrições impostas pela Banca.

 “Os bancos estão a fazer o que querem em Portugal”, começou por dizer Alberto João Jardim, apelando aos empresários das pequenas e médias empresas para se unirem por forma a ultrapassar as dificuldades. “Dá impressão que são os bancos que mandam no Estado e não o contrário”, criticou.

 O chefe do Governo proferiu estas declarações durante a visita que efectuou ao Hotel Four Views Baia, antigo Hotel São João, e que agora aparece com uma imagem completamente renovada, depois de um profundo processo de remodelação.
 Alberto João Jardim criticou ainda os bancos portugueses, que lucram milhões de euros/ano, de se “queixarem das dificuldades” e de “criarem dificuldades à economia portuguesa”. E deu o exemplo: “ir ao Banco Central Europeu e buscar empréstimos a 1% e depois comprar dívida portuguesa quase a 7% é um belo negócio”.

 Para o líder madeirense, o Governo da República terá de ser rigoroso nesta matéria e mais ainda: “tem de ser firme, duro e inclusivamente com os poderes financeiros, senão estamos num capitalismo completamente desregulado”.
 Por sua vez, o empresário António Nóbrega apelou aos empresários do sector hoteleiro que se unam em defesa do sector e do turismo madeirense, afirmando que a concorrência apenas deve existir na venda.

 António Nóbrega desafiou também os empresários do sector da distribuição alimentar a colocarem o nome e a imagem da Madeira nos contentores de mercadorias que transportam pelas estradas europeias, contribuindo assim para a promoção do destino turístico.