Isabel dos Santos investe 400 milhões de dólares no lançamento da cadeia de hipermercados Candando

0
50
Isabel dos Santos investe 400 milhões de dólares no lançamento da cadeia de hipermercados Candando em Angola

A empresária angolana Isabel dos Santos rompeu as negociações que mantinha há anos com o grupo português Sonae com o lançamento em Luanda da sua própria cadeia de hipermercados em Angola”, noticiou a imprensa portuguesa.

 O grupo Sonae e a Condis, uma das empresas do universo da empresária angolana, começaram em Abril de 2011 a preparar o lançamento de uma cadeia de hipermercados Continente em Angola, unidades que seriam geridas por quadros do grupo português, devendo a primeira loja ter sido inaugurada em 2013, o que não chegou a acontecer.

 A marca de hipermercados de Isabel dos Santos recebeu a designação “Candando”, palavra que quer dizer abraço no dialecto quimbundo, tendo a Condis contratado os dois quadros que o grupo Sonae tinha a trabalhar neste projecto.

 Um desses quadros, Miguel Osório, afirmou em Luanda tratar-se a cadeia de hipermercados uma empresa detida a 100% pela empresária angolana, estando previsto que a Condis invista no projecto cerca de 400 milhões de dólares no decurso dos próximos cinco anos.

 A abertura da primeira loja “Candando”, de um total previsto de dez ao longo de cinco anos, deverá acontecer no primeiro semestre de 2016, em Luanda, disse Miguel Osório, que acrescentou ir este hipermercado, com uma área de 10 mil metros quadrados, ficar instalado no Shopping Avenida, em Luanda.

 A imprensa portuguesa noticiou ainda que o grupo Sonae vendeu à empresária Isabel dos Santos a participação que detinha no projecto de retalho alimentar em Angola.

 “Na sequência das informações anteriormente prestadas, a participação da Sonae e as consequentes responsabilidades assumidas por esta, no âmbito do projecto de investimento no retalho alimentar em Angola, foram adquiridas pelo grupo da engenheira Isabel dos Santos”, afirmou fonte oficial.