Homem de negócios português assassinado a tiro em Welkom

0
110
última hora

última horaDois portugueses foram baleados na semana passada, um durante o assalto à sua residência em Welkom, na província de Free State, na noite de terça-feira, onde perdeu a vida, e outro alvejado na nuca na sua loja em Mapleton, na província de Gauteng, na tarde de sexta-feira, tendo ficado gravemente ferido.

Eduardo Marques Vieira, de 40 anos de idade, estava a ver televisão na sala de estar da sua casa quando foi confrontado por dois meliantes armados. Segundo relatou ao nosso Jornal a sua esposa Estella Elizabeth Vieira, sul-africana, “eu já estava a dormir, seriam cerca das 23 horas, e tinha a porta do meu quarto trancada por dentro. O meu marido estava na sala a ver televisão.

Ele viria a ser confrontado por dois bandidos armados, tendo um deles disparado um tiro que acertou nas costas por baixo do braço esquerdo. Quando ouvi o estrondo telefonei para a Polícia, saltei pela janela para o jardim e corri pela rua à procura de socorro”. Regista-se que a vítima era um homem de negócios, nasceu na África do Sul e os seus pais e irmão são naturais da Madeira. Tem três filhos: Natalie, de 13 anos, que na altura do crime não estava em casa por ser estudante interna em colégio; Chanele, de 9 anos, e Nicolas, de 5 anos.

“Estas duas crianças estavam em casa a dormir. O meu marido foi um herói até ao fim da sua vida pois  vitou que os bandidos viessem para o meu quarto ou atacassem os nossos filhos. Deus estava connosco porque apesar do trágico infortúnio protegeu as nossas vidas. Ele conseguiu saltar pela janela e apesar de ferido ainda andou no quintal até tombar junto ao carro ali estacionado” – disse à Reportagem do “Século” a viúva.