HIP Alliance presta homenagem à ministra Lindiwe Nonceba Sisulu na Casa da Madeira.

0
38

 A organização HIP Alliance, representantes das comunidades helénica, italiana, portuguesa e cipriota, homenageou no dia 26 de Abril, na Casa da Madeira em Alberton, a ministra de Relações Internacionais e Cooperação do Governo da África do Sul, Lindiwe Nonceba Sisulu, com uma placa comemorativa pelo seu contributo humano, ao ajudar as milhares de vítimas do ciclone Idai, que recentemente devastou a cidade da Beira no centro de Moçambique.

 Stravos Nicolaou, director geral do HIP Alliance, iniciou o evento agradecendo a presença de todos, tendo chamado o jovem com 15 anos, Steve Makuene, residente no Soweto, para cantar o hino nacional sul africano, seguido pelo moçambicano Roberto Muluana, mais conhecido por Choppa, que cantou duas canções de sua autoria.

 Em seguida Stravos deu a palavra à ministra Lindiwe Sisulu, que mostrou-se agradecida pelo convite, começando por dizer:

 “Estou muito feliz por estar aqui com todos vós. Sei que se encontram aqui presente dezenas de diplomatas, das várias comunidades na África do Sul, que fazem parte da nossa Nação. Temos que continuar o caminho de  Nelson Madela, Oliver Tambo, Walter Sisulu e muitos outros heróis que lutaram e morreram pela nossa liberdade. O Arcebispo Tutu disse, que nós somos uma Nação Arco Iris, e posso-vos garantir que somos mesmo uma Nação Arco Iris. Temos que trabalhar juntos para um futuro melhor. As várias comunidades que vocês re-presentam tem enriquecido o nosso País, com a vossa cultura, com o vosso conhecimento em várias profissões e, este ano 2019 é muito importante para o futuro do nosso País, é o ano das eleições”.

 O representante da comunidade portuguesa do HIP, comendador José Nascimento, durante a sua intervenção, relembrou à ministra, o bom relacionamento que sempre houve, entre a comunidade portuguesa na África do Sul e o governo sul africano.

 O HIP Alliance formou-se no ano 1994, sendo John Badakis o director da comunidade helénica e cipriota, Maurizio Mariano o director da comunidade italiana e José Nascimento o director da comunidade portuguesa. Esta organização tem como director- geral Stravos Nicolaou, que é o intermediário entre a organização e o African National Congress (ANC), partido sul africano, no poder.