Grupos chinês oferece quatro mil milhões de euros pelo Novo Banco

0
36
Grupos chinês oferece quatro mil milhões de euros pelo Novo Banco

A proposta não-vinculativa mais elevada para a compra do português Novo Banco foi apresentada por um grupo chinês e excede 4 mil milhões de euros, noticiou o Expresso Diário que, no entanto, não identificou o proponente.

 O jornal Diário Económico noticia que o Anbang Insurance Group Co., que opera na banca e seguros, e o grupo Fosun International Ltd, que já comprou a companhia de seguros Fidelidade e a Espírito Santo Saúde, apresentaram propostas rondando 4 mil milhões de euros para a compra do banco que ficou com os activos de qualidade do falido Banco Espírito Santo.

 O Expresso Diário adiantou que o montante da proposta mais elevada é, mesmo assim, inferior à aplicação de 4900 milhões de euros feita no capital social do Novo Banco, pelo que representará sempre um prejuízo para o Fundo de Resolução que terá ser suportado pelo sistema bancário.

 

 O diário sublinhou que as ofertas, ainda não vinculativas, têm várias condições e desenhos, pelo que não são directamente comparáveis, com alguns concorrentes a defenderem, por exemplo, um aumento de capital do banco.

 Dez dias depois da entrega das ofertas não-vinculativas, deverão ser escolhidos os candidatos que passam à segunda fase em que será apresentada a oferta vinculativa pelo banco bom saído da falência do Banco Espírito Santo.