‘Grandes’ de Lisboa aplicam ‘chapa 5’ na 3.ª jornada da I Liga

0
118
‘Grandes’ de Lisboa aplicam 'chapa 5' na 3.ª jornada da I Liga

Benfica e Sporting ‘despacharam’ sábado Belenenses e Vitória de Guimarães, respectivamente, com goleadas de 5-0, enquanto o Estoril, confiante pela vitória de há uma semana sobre a equipa vimaranense, foi ao difícil campo do Tondela vencer por 3-2.

 Os dois ‘grandes’ da capital confirmaram o bom início de campeonato com duas goleadas ‘chapa 5’, somando a terceira vitória em três jogos, com um ‘goal-average’ de 9-1 para o Benfica e 8-0 para o Sporting.

 Os ‘leões’, que já não ganhavam na ‘cidade berço’ desde 2013 para o campeonato, já venciam por 3-0 aos 23 minutos, resultado surpreendente em função das dificuldades que tradicionalmente encontram no estádio do Vitória de Guimarães.

 O Sporting tinha o jogo resolvido aos 23 minutos, a premiar uma forte entrada no jogo e a classe de Bruno Fernandes, cujo fantástico golo, logo aos três minutos, desestabilizou a já de si frágil defesa minhota, desfalcada de alguns titulares, como Josué, Vigário e Moreno, por lesões e castigos.

 Este golo madrugador de Fernandes abriu caminho para uma exibição assertiva e uma vitória ‘gorda’ dos ‘leões’ e teve o condão de perturbar a equipa do Vitória de Guimarães, cujo sistema defensivo já tinha dado sinais preocupantes na derrota na Amoreira por 3-0, há uma semana.

 Nada melhor para o Sporting que poder gerir uma vantagem de três golos numa fase tão prematura do jogo, tendo em conta o importante embate da próxima quarta-feira, em Bucareste, para a segunda mão do ‘play-off’ de acesso à fase de grupo da Liga dos Campeões, frente ao Steaua, depois do nulo registado em Alvalade na primeira mão.

 O Benfica, à semelhança do rival, também protagonizou uma entrada forte em casa frente ao Belenenses, que se traduziu em três golos no espaço de 33 minutos, por Jonas (2), Salvio (28) e Seferovic (33), permitindo à equipa gerir o resto do jogo sem sobressaltos.

 Destaque para o ‘hat-trick’ de Jonas, que marcou a abrir um golo e outros dois a fechar, aos 90 e 90+3, somando já quatro golos em três jornadas, que lhe conferem a liderança da lista de marcadores.

  Após a difícil vitória do FC Porto em Tondela, o seu treinador Sérgio Conceição prognosticou que muito poucas equipas conseguiriam passar naquele campo, mas bastou uma semana para o Estoril fazer o mesmo que a equipa portista.

  A vitória por 3-0 sobre o Vitória de Guimarães na Amoreira na jornada anterior parece ter sido balão de confiança para os jogadores estorilistas, que chega-ram a estar a vencer por 3-0 no mesmo campo em que o FC Porto penou para vencer.

  A reacção da equipa do Tondela valeu dois golos já na segunda parte, mas não foi suficiente apesar da pressão final que exerceu perante um Estoril que teve o mérito de segurar os três pontos.

 O FC Porto recebeu e venceu o Moreirense por 3-0, com um ‘hat-trick’ de Aboubakar, e está também colocado ao Benfica, Sporting e Rio Ave na frente da I Liga de futebol, após a terceira jornada.

 

O avançado internacional camaronês inaugurou o marcador, aos 18 minutos, e ampliou a contagem, aos 21 e 77 minutos, igualando assim o brasileiro Jonas, do Benfica, na frente da lista de marcadores com quatro golos.