Governo Regional dos Açores promove regresso dos jovens da diáspora ao arquipélago

0
99
Governo Regional dos Açores promove regresso dos jovens da diáspora ao arquipélago

Governo Regional dos Açores promove regresso dos jovens da diáspora ao arquipélagoO Governo Regional dos Açores aproveitou a reunião do Conselho Mundial das Casas dos Açores, no Rio de Janeiro, Brasil, para promover uma aproximação dos jovens da diáspora com o arquipélago.

 “Os Açores são ilhas de sonho, com tudo o que é preciso para tornar a existência dos jovens açorianos e descendentes de açorianos numa experiência de vida única e insubstituível”, afirmou Graça Castanho, directora regional das Comunidades.
 A importância da aproximação dos jovens da diáspora aos Açores foi um dos temas centrais da intervenção que Graça Castanho proferiu na abertura desta reunião, que contou com a presença das 12 Casas dos Açores que existem no mundo.

 “É necessário investir nos jovens e nas famílias jovens”, frisou, salientando que, “se os Açores são a escolha de imigrantes de 86 nacionalidades para viver, também podem ser para os jovens açorianos ou descendentes de açorianos que vivem na diáspora”.
 Para Graça Castanho, é importante sensibilizar os jovens açorianos da diáspora para o “contributo que podem dar ao desenvolvimento dos Açores com um regresso temporário ou definitivo à região”.

 “É preciso que eles saibam que nos Açores se vive com muita qualidade de vida”, salientou a diretora regional das Comunidades, defendendo o papel que pode ser desempenhado pelas Casas dos Açores na divulgação das potencialidades que a região tem para oferecer aos jovens.
 Na reunião do Conselho Mundial das Casas dos Açores no Rio de Janeiro foi aprovada a entrada de mais uma instituição.

 Graça Castanho revelou que a Associação Los Azurenos, de S. Carlos, no Uruguai, tornou-se na 13.ª Casa dos Açores.
 “É uma associação com décadas de existência, sendo a única ligada aos interesses açorianos no Uruguai”, afirmou, salientando o esforço que a Associação Los Azurenos tem feito para a divulgação da cultura açoriana no Uruguai, nomeadamente com a realização de espetáculos de folclore em todo o país.

 A entrada desta associação para o Conselho Mundial das Casas dos Açores assume ainda uma especial importância por se comemorarem em 2013 os 250 anos do povoamento de algumas regiões do Uruguai por famílias oriundas dos Açores.