Governo português quer diálogo entre diferentes gerações de emigrantes

0
26
Governo português quer diálogo entre diferentes gerações de emigrantes

O diálogo e trabalho em rede das várias gerações de portugueses residentes no estrangeiro é o principal objectivo do regulamento de apoio ao movimento associativo, que deverá sair no início de 2017 em Diário da República, disse fonte governamental.

 Em declarações aos jornalistas no final do IV Encontro Anual do Conselho da Diáspora Portuguesa, que reuniu em Cascais dezenas de portugueses residentes no estrangeiro com papéis de relevo em áreas como a economia, a cultura, a ciência ou a cidadania, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, anunciou que o novo regulamento sairá "no princípio do ano".

 "Na revisão do regulamento de apoio ao movimento associativo, colocamos como pri-meira e mais importante prioridade o apoio ao trabalho de identificação e de trabalho em rede das várias gerações" de emigrantes, nomeadamente através do Conselho das Comunidades, do Conselho da Diáspora e do Fórum Anual de Graduados Portugueses, que se reuniu a dia 28 de Dezembro em Coimbra.

 O objectivo, explicou, é que as várias gerações "dialoguem entre si e continuem a afirmar Portugal e a trazer outros cidadãos do mundo a

conhecerem, investirem e realizarem-se também num Portugal que é cada vez mais reconhecido à escala mundial".

 É também que os novos movimentos de portugueses no mundo "se encontrem, se conheçam, e reciprocamente trabalhem para afirmar Portugal nas suas múltiplas dimensões globais", acrescentou.

 Fundado há quatro anos, o Conselho da Diáspora Portuguesa reúne actualmente 90 membros, portugueses residentes no estrangeiro com

relevância em áreas como Economia, Cultura, Ciência e Cidadania, e visa o reforço da imagem e reputação internacional de Portugal.

 A reunião antes do Natal, no Palácio da Cidadela, em Cascais, contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, respectivamente presidente e vice-presidente honorários da organização, entre outras personalidades.