Galp reforça presença no ouro negro de Angola

0
76
Galp

GalpO petróleo angolano conquistou um peso sem precedentes no universo da Galp. Prova disso, os 700 mil barris que o novo campo de Tômbua-Lândana, formalmente inaugurado numa cerimónia que reuniu a nata do sector, naquela que é considerada uma das maiores plataformas petrolíferas do mundo, situada a 80 quilómetros de Cabinda, já produziu desde o seu arranque a 19 de Agosto.

 Um bolo que foi repartido por diversos actores, tendo o grupo português assegurado 63.900 barris, correspondentes à participação de 9% que detém no bloco 14. Qualquer coisa como um quarto do consumo diário nacional de petróleo.