Furto de cabos de ferrovia pode levar ao colapso de serviços e afectar a economia de Gauteng

0
47

A estatal sul-africana Metrorail disse que os serviços ferroviários na província de Gauteng correm o risco de entrar em colapso devido ao furto de cabos e equipamento essencial à operação ferroviária.

  O alerta foi dado na quarta-feira pelo alto responsável da empresa, Goodman Matampi, gerente interino da Metrorail Gauteng, após um incidente no troço de ligação entre Joanesburgo e  Pretória, que obrigou à paragem completa na circulação de comboios nos dois sentidos devido ao furto de equipamento naquele corredor ferroviário.

  “Apelamos ao apoio do governo local e às autoridades de segurança na aplicação da lei para nos ajudar a reforçar o combate a este tipo de criminalidade, que pode levar ao colapso dos serviços ferroviários e afectar negativamente a economia da província”, disse à imprensa Goodman Matampi.

  A estatal sul-africana Metrorail informou na quarta-feira que o serviço ferroviário entre Pretória e Johanesburgo foi suspenso devido ao furto dos cabos catenários no sistema de alta velocidade, em Irene, em ambas as linhas da ferrovia.

  “É o segundo dia consecutivo em que milhares de passageiros são prejudicados devido ao roubo de cabos neste corredor. De grande preocupação é o facto de os criminosos visarem agora ambas as linhas para garantir que o sistema ferroviário esteja paralisado em períodos de pico”, disse na ocasião à imprensa, Matampi.