Foi bastante concorrido e lucrativo o primeiro convívio do ano da Casa do Benfica

0
111
Foi bastante concorrido e lucrativo o primeiro convívio do ano da Casa do Benfica

Não podiam ter começado melhor em 2017, os almoços mensais da Casa do Benfica, pioneira em Pretória neste tipo de confraternizações que promove praticamente desde a sua fundação na capital, e pela maneira como sempre têm decorrido e tratados os que nele participam, sem qualquer descriminação às simpatias clubistas de cada um, a todos recebendo de braços abertos, daí e como temos presenciado ao longo dos anos, em gerências de vários elencos directivos que por ela têm passado, por nela se sentirem bem, preferidos não só por parte da nossa comunidade, como pessoas de outras nacionalidades.

 Prova disso foi o primeiro convívio deste ano, ali realizado na tarde do penúltimo sábado, 4 de Fevereiro, novamente patrocinado pelo co-mendador Mário Ferreira, desta vez com entrada de trinchado e lulas grelhadas, e como pratos principais o ba-calhau e a galinha assada, sa-lada e sobremesa, nele participando mais de oitenta pessoas, entre as quais e além do ofertante da refeição, o conselheiro da embaixada, Eduardo Rafael acompanha-do de seus pais, o comendador José Valentim, o presidente da ACPP, Américo Pimen-tel, Ramiro Sebastião do BPI, e os representantes do licor cremoso de pasteis de nata denominado “35”, que se fabrica em Portugal, Renato Henriques e Raúl Monteiro, sendo ali angariados naquela tarde R35.000.00, entre colecta voluntária pelas mesas efectuada pelo próprio “sponsor”, o leilão e a oferta de certos donativos, isto fora o lucro do bar, que para os difíceis tempos que correm, se pode considerar de excelente.

 Radiante com a afluência e o ambiente que ali reinava, foram as boas-vindas e agradecimentos à presença de cada um nesse almoço, dadas pelo presidente da Direcção, Lino Faria, de modo especial ao patrocinador do convívio, comendador Mário Ferreira, que além de presidente da Assembleia-Geral da ACPP, é agora também presidente da Academia do Bacalhau de Pretória, a quem aproveitou para felicitar por ter aceite este novo cargo, estendendo o seu reconhecimento a um outro contributo de Manny Pereira, não esquecendo em presenças o comendador José Valentim e seus acompanhantes de Joanesburgo que ali confraternizavam, e os representantes do “Licor-35” acima referidos, a quem agradeceu a oferta deste produto ali leiloado, além do dado a provar a vários convivas.

 Neste almoço, de folga em confecção para os directores desta representação benfiquista, já que o patrocinador comendador Mário Ferreira se encarregou de preparar toda a comida, foi ali naquela tarde anunciado por Lino Faria, a assembleia-geral anual desta Casa do Benfica para o dia 26 deste mês de Fevereiro, a iniciar pelas 11h00, nela pedindo a presença de todos os associados, a fim de poderem ser resolvidos em consenso geral, todos os assuntos constantes na ordem de trabalhos.