Foi bastante concorrida a última lapa do ano na ACPP

0
30
Foi bastante concorrida a última lapa do ano na ACPP

Terá sido dos almoços mensais, o mais concorrido do ano e a deixar maior margem de lucro, o realizado na tarde do penúltimo sábado, 3 de Dezembro, até porque a sua ementa a isso convidava, já que além das entradas de sopa e aperitivos em que incluía o rissol de camarão, os seus pratos principais eram de lagosta à descrição, já que cada qual se servia a seu belo prazer, espetada e sobremesa, nele participando mais de cento e setenta pessoas, entre as quais o vice-cônsul Mário Silva, depois de se aposentar a viver em Vila Nova de Gaia, e presentemente de visita aos seus filhos, noras e netos, bem como aos muitos amigos que aqui deixou, como sempre o faz por esta altura do ano, os comendadores Estevão e Manuela Rosa, Mário Ferreira e Ivo de Sousa, os presidentes das Academias, José Contente da de Joanesburgo e Tony Oliveira da de Pretória, Paula de Castro dos Lusíadas, Manuela Calado pela Liga da Mulher Portuguesa, Ramiro Sebastião do Banco BPI, e Joaquim Mel da secção de ciclismo do Luso-África, além de membros directivos de outras agremiações lusas de Pretória.

 Neste dia em que li trabalharam na confecção da comida, directores e até jovens ligados aso futebol e hóquei em patins da colectividade como, Mário Ferreira, Américo Pimentel, Mário Jorge, Luís Marques, Paulo Ferreira, José Cortizo, José Rodrigues, Avelino Pereira, Cláudio Araújo, Elídio Cardoso, Augusto Rosa, José Moutinho, Marco Valente e Sérgio Almeida, e dada a abundância de lagosta e espetada, pedido às pessoas para poderem repetir, enquanto repetidamente ia sendo abastecido o “self-service”, à medida que as pessoas se iam servindo a seu belo prazer, todos ali confraternizando em entendimento e alegria, sendo a colecta pelas mesas feita pelo presidente da assembleia-geral desta ACPP, comendador Mário Ferreira, que juntamente com o lucro do bar deve ter deixado margem de lucro muito satisfatória.

 As boas-vindas aos que nes-sa tarde ali conviviam, e agradecimentos aos “sponsors”, e às pessoas que confeccionaram o almoço, nomeadamente a quem consigo grelhou as mais de duzentas lagostas e prepararam as espertadas, estiveram a cargo do presidente da direcção desta ACPP, Américo Pimentel, a todos se mostrando grato à sua presença e colaboração, e porque se tratava da última lapa do ano na colectividade, aproveitar para a todos ali presentes e suas famílias desejar um feliz Natal e as maiores prosperidades no novo ano de 2017 em que em breve vamos entrar.

 Radiante ali nesse almoço, onde foram cantados os “parabéns a você”, a Teresa de Sousa, na passagem do seu aniversário natalício, era o vice-cônsul Mário Silva, por voltar ao convívio com os muitos amigos que aqui deixou, numa cidade onde durante mais de trinta e quatro anos chefiou os serviços consulares, e como tal ter assistido e colaborado activamente durante esse longo período, à criação por assim dizer, de todas as colectividades lusas, nesta cidade de Pretória, e ver hoje jovens que praticamente viu nascer, à frente de algumas delas, com o ali era o caso de Américo Pimentel, a liderar esta grande ACPP, dotada de magníficas instalações, sendo por certo gratificante, ao fim de cada ano a que aqui se desloca, poder reviver velhas amizades, e conviver de perto com tantas pessoas que o respeitam, admiram e estimam.