FMI analisa regresso da ajuda financeira a Moçambique

0
39

 Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) chefiada pelo director-geral adjunto Tao Zhang visitou Maputo para analisar o relacionamento actual e futuro com o governo de Moçambique.

 Durante a estada em Moçambique, a delegação do FMI manteve encontros com o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, o governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, entre outras entidades.

 Segundo a imprensa, as autoridades moçambicanas discutem o eventual regresso do FMI ao financiamento do Orçamento de Estado de Moçambique, congelado há cerca de quatro anos na sequência da divulgação do escândalo das chamadas dívidas ocultas.

 A anterior visita de uma missão do FMI a Moçambique ocorreu em Novembro de 2019 e, já nessa altura, o então chefe da missão Ricardo Velloso manifestou abertura para a retoma de programas financeiros com o país.

 A possibilidade de retoma da ajuda financeira por parte do FMI poderá abrir portas a outros financiamentos de parceiros externos e parece reforçada depois de em Outubro Mo-çambique ter chegado a acordo com os credores para a segunda reestruturação da emissão de euro-obrigações da Empresa Moçambicana de Atum.