Financiamento da UE reforça apoio social a quase 200 idosos cabo-verdianos

0
139

  Um projecto do Governo cabo-verdiano financiado pela União Europeia (UE) com 2,5 milhões de escudos (22,5 mil euros) vai permitir fortalecer a rede de cuidados sociais na ilha de Santiago, beneficiando quase 200 idosos.

  De acordo com informação disponibilizada pela representação diplomática da União Europeia na Praia, o projecto “Caravana: vamos cuidar da pessoa idosa”, arranca oficialmente hoje, segunda-feira, sendo implementado em parceria com o Ministério da Família e Inclusão Social de Cabo Verde.

  “Esta iniciativa surgiu em decorrência da situação de crise agravada pela pandemia da covid-19 como uma oportunidade para criar resiliência, principalmente nas pessoas em situação de vulnerabilidade, contribuindo para melhoria da sua condição de vida e da sua autonomia”, explicou a representação da União Europeia.

  Nesta primeira fase, o projecto vai ser implementado em todos os municípios da ilha de Santiago, beneficiando diretamente 50 cuidadores e um total de 198 idosos.

  “Assim, será reforçada a rede de cuidados em nove municípios, com equipamentos e artigos como luvas esterilizadas, tensímetros digitais de braço, andarilhos, canadianas, cadeiras de rodas manuais e outros, destinados aos cuidados de higiene, de saúde e de protecção para os idosos em situação de dependência”, acrescentou.

  Segundo dados oficiais, os idosos representam 6% da população de Cabo Verde, dos quais 4,9% vivem isolados e 10,8% com outro idoso.