Filme de Laura Carreira entre nomeados dos prémios da crítica britânica

0
102

A curta-metragem “The Shift”, da realizadora portuguesa Laura Carreira, está entre os nomeados da 41.ª edição dos prémios da crítica de cinema do Reino Unido.

  De acordo com a lista de nomeados da Critics’ Circle, “The Shift” está indicado para o prémio de melhor curta-metragem britânica/irlandesa, tendo sido produzida neste país, onde Laura Carreira vive e trabalha.

  “The Shift”, que teve estreia internacional em 2020 no Festival de Veneza, em Itália, regista em menos de dez minutos a devastação pela qual passa uma mulher depois de perceber, na fila de um supermercado, que ficou sem trabalho.

  É um filme no qual Laura Carreira aborda a precariedade, porque a ficção lhe permite chegar “a verdades mais reais”, como contou à agência Lusa, aquando da estreia, em Veneza.

  O filme anterior da realizadora, “Red Hill” (2018), “também já falava do trabalho, mas com uma personagem que estava à beira da reforma”.

  “Senti que para este filme queria voltar a falar do tema do trabalho, da dependência e da vulnerabilidade, mas com uma personagem mais jovem, porque esta dependência existe logo muito no início da vida”, contou Laura Carreira.

  A realizadora, que nasceu no Porto em 1994, rumou em 2012 para a Escócia para estudar Cinema, coincidindo na altura com a crise económica que assolou Portugal, e não pensa regressar ao país de origem.

  “Estudei Cinema durante quatro anos, trabalhei como cuidadora de uma senhora em cadeira de rodas, trabalhei em restaurantes e agora faço edição em marketing, em ‘part-time’, para anúncios para televisão, para pagar as contas”, explicou.

  Está actualmente a desenvolver o próximo filme, a primeira longa-metragem, que contará com coprodução portuguesa, pela Bro Cinema, e britânica, pela Sixteen Films, a produtora do realizador Ken Loach.

  Sobre a 41.ª edição, a associação britânica de críticos sublinha que os filmes mais nomeados foram realizados por mulheres, nomeadamente “Saint Maud”, de Rose Glass, com oito nomea-ções, “Rock”, de Sarah Gavron, com seis nomeações, e “Nomadland”, de Chloé Zhao, com cinco.

  Os vencedores dos prémios, atribuídos pelos críticos de cinema da centenária associação britânica Critics’ Circle, serão anunciados a 7 de Fevereiro, apenas ‘online’, por causa da covid-19.