Festival de Curtas-Metragens Portuguesas no Cinema de Rosebank em Joanesburgo

0
56
Festival de Curtas-Metragens Portuguesas no Cinema de Rosebank em Joanesburgo

Nos dias 19 e 20 de novembro, realiza-se, no Cinema Nouveau, no Rosebank Mall (50, Bath Avenue – Johannesburg), a primeira edição do NY Portuguese Short Film Festival (NYPSFF), em Joanesburgo. As sessões de cinema terão lugar às 20h00. O evento é organizado pelo Arte Institute, com o apoio do Consulado-Geral de Portugal em Joanesburgo, e o patrocínio da Improvon, do Mercantile Bank e do Grupo Século.

  O Festival, agora na sua quarta edição, estreou-se este ano em Nova Iorque, tendo passado já por Lisboa, Cascais, São Paulo, Rio de Janeiro e Luanda, chegando agora a Joanesburgo. Será ainda apresentado no Reino Unido, no Canadá, em França, na Polónia e na Austrália, levando consigo a vanguarda do cinema português.

  Organizado pela primeira vez em junho de 2011, este foi o primeiro festival de curtas-metragens portuguesas nos Estados Unidos, que apresenta o trabalho da nova geração de jovens realizadores portugueses. Ao organizar o Festival anualmente, em vários países, o Arte Institute pretende ampliar e conquistar novos públicos para o ci-nema português em todo o mundo.

  As curtas-metragens foram seleccionadas e submetidas à apreciação de um Júri composto por figuras do meio cinematográfico português, brasileiro e americano, entre outras: Lynda Hansen (produtora), Rui Simões (realizador), Francisco Manso (reali-zador), Mário Patrocinio (realizador) e Carlos Filipe Freitas (blogger).

  Programa dia 19: “God by the Neck” (Dios Por El Cuello), de José Trigueiros; “Ptol-mus”, de Josemaria RRA; “Fontelonga”, de Luís Costa; “To Dust” (Pó), de Afonso Pi-mentel; “Any Other Man” (Outro Homem Qualquer), de Luís Soares; “Schizophonia” (Esquizophonia), de André Miranda e Diogo Leitão; “Balance” (Balança), de Rui Falcão; “Soul” (Alma), de André Braz; “No Mistakes”, de Vasco Mendes.

  Programa dia 20: “What Love means to me” (O Que Eu Entendo Por Amor), de Ricardo Martins; “Gypsy” (Cigano), de David Bonneville; “Alda”, de Ana Cardoso, Filipe Fonseca, Liliana Sobreiro e Luís Catalo; “Homecoming”, de Filipe Coutinho; “The Postman” (El Cartero), de Cláudia Alves; “As The Days Went By”, de Filipa Ruiz; “The Third Attempt”, de Nuno Serrão; “Chaos Et Equilibrium”, de Sam Andrês.

  No dia 20 de novembro, às 18h00, será exibida a curta-metragem "At Thy Call", do realizador luso-sul africano Christopher-Lee dos Santos, que estará presente, na ocasião, para participar numa sessão de perguntas e respostas.

  Para mais informações sobre o NY Portuguese Short Film Festival – IV Edição, visite http://nypsff.arteinstitute.org/ ou contactepress@arteinstitute.org.

  Fundado em 11 de abril de 2011, o Arte Institute é uma organização pioneira, independente e sem fins lucrativos, sediada em Nova Iorque, que dinamiza a produção e difusão de artistas e projectos de arte contemporânea internacionais, em especial a arte moderna portuguesa, através de eventos que produz na Europa, América do Norte e América do Sul. Para mais informações, visite www.arteinstitute.org.