FC Porto vence Marítimo e aproveita ‘deslize’ do Benfica em casa com o Moreirense

0
111

Dois golos do brasileiro Dyego Sousa permitiram ontem ao Sporting de Braga vencer o Vitória de Setúbal (2-1), na nona jornada da I Liga portuguesa de futebol, e juntar-se ao FC Porto no topo da tabela classificativa.

 Com golos aos 16 e 40 minutos, Sousa isolou-se no topo da tabela de melhores marcadores da I Liga, com sete golos, e deu a sexta vitória aos ‘arsenalistas’, que chegaram aos 21 pontos do campeão em título, que no sábado tinha vencido fora o Marítimo (2-0).

 Num jogo equilibrado e ‘sofrido’ para os minhotos, o avançado brasileiro adiantou a equipa da casa, o compatriota Éber Bessa igualou dois minutos depois, mas o ‘bis’ de Sousa, com um segundo cabeceamento, valeu os três pontos.

 Após o intervalo, a equipa de Abel Ferreira segurou o resultado e continua a ser a única sem derrotas em 2018/19, mantendo também dois pontos de vantagem para o Sporting, que venceu em casa do Santa Clara por 2-1.

 A derrota na recepção ao Moreirense (3-1) na abertura da jornada deixou o Benfica a quatro pontos dos dois emblemas que ocupam a liderança, além de ser ultrapassado pelo rival lisboeta, sendo que ainda podem cair para quinto lugar, mediante o que fizer o Rio Ave hoje, segunda-feira, na recepção ao Nacional.

 Por seu lado, o Vitória segue em nono lugar, com os mesmos 11 pontos, interrompendo uma série de quatro jogos sem perder em todas as competições, incluindo três vitórias.

 Nos Açores, o Sporting venceu o Santa Clara, que continua no sexto lugar, com 14 pontos, por 2-1, num jogo em que começou a perder, face a um golo de Zé Manuel, após um passe do iraquiano e ‘capitão’ dos açorianos Rashid.

 No primeiro jogo depois da saída de José Peseiro, despedido após a derrota com o Estoril (2-1) na Taça da Liga, o técnico interino Tiago Fernandes alterou o esquema tático, com Diaby e Bas Dost juntos no ataque, mas a equipa demorou a encontrar a baliza adversária.

Aos 62 minutos, o holandês Bas Dost regressou aos golos, depois de uma paragem longa por lesão, na conversão de uma grande penalidade que levou à expulsão de Pa-trick Vieira, por protestos.

 O ‘substituto’ Jovane Cabral voltou a ser importante aos 75 minutos, ao cruzar para o argentino Acuña, que consumou a reviravolta no marcador com um remate de cabeça.

 No primeiro jogo do dia, o Tondela bateu o Feirense em Santa Maria da Feira por 4-2 e saiu da zona de despromoção, graças a golos de Bruno Monteiro, Tomané, Jhon Murillo e Juan Delgado.

 A equipa de Pepa saiu do 16.º e antepenúltimo lugar para o 13.º, em igualdade com os ‘fogaceiros’, que marcaram por Edinho e João Silva – autor de brilhante golo de calcanhar -, mas não saíram dos nove pontos com que entraram na jornada.

  Hoje, a nona jornada fecha com a recepção do Rio Ave ao Nacional, que pode deixar a equipa da casa no terceiro lugar em caso de vitória, seguindo-se a visita do lanternavermelha Desportivo das Aves ao Desportivo de Chaves.