FC Porto segura liderança isolada com um golo de Hernâni nos descontos

0
31

O FC Porto vacilou frente ao Boavista mas não caiu no dérbi do Bessa, onde um golo do suplente Hernâni, nos descontos, permitiu a vitória por 1-0 e a manutenção da liderança isolada na I Liga portuguesa de futebol.

 Numa partida disputada com os nervos ‘à flor da pele’, o campeão FC Porto teve de esperar até aos 90+5 minutos pelo golo de Hernâni, que permitiu somar a quarta vitória consecutiva no campeonato, 10.ª no total, e manter os adversários à distancia.

 Após o golo portista, que fez explodir de alegria não só os portistas presentes no Bessa, mas também todo o banco dos ‘dragões’, os ânimos exaltaram-se e o treinador Sérgio Conceição acabou expulso.

 Os portistas passam a somar 27 pontos, mais três do que o Sporting de Braga, segundo classificado, e mais quatro do que o Benfica, terceiro, enquanto o Boavista caiu para a zona de despromoção, no 16.º posto, com os mesmos nove pontos de Tondela (15.º) e Feirense (17.º).

 Hoje, segunda-feira, o Sporting pode voltar a ficar a dois pontos dos ‘dragões’, em caso de vitória na visita ao Rio Ave, quinto com 18, na estreia do holandês Marcel Keizer no comando técnico dos ‘leões’ em jogos para o campeonato.

 O Nacional venceu por 3-2 em casa do Desportivo das Aves, alcançando pela primeira vez esta temporada no campeonato dois triunfos consecutivos, numa partida com duas ações decisivas do videoárbitro, e subiu ao 12.º lugar, com 12 pontos.

 Vítor Gonçalves (21 minutos), Camacho (65), de grande penalidade, e Róchez (83) marcaram para os insulares, que deixaram os lugares de descidas, enquanto Ponck (32) e Mama Baldé (88) fizeram os golos dos avenses.

 O Desportivo das Aves interrompeu uma série de duas vitórias consecutivas e caiu para 13.º lugar, com 10 pontos, os mesmos do Marítimo (14.º), que perdeu por 1-0 em casa com o Vitória de Setúbal, na estreia do treinador Petit.

 O Portimonense venceu por 3-2 na recepção ao Tondela, após ter estado a perder por 0-1, com um golo de Xavier aos 14 segundo do encontro, e subiu ao 11.º lugar, com 14 pontos.

 O brasileiro Paulinho (1-1), aos 13 minutos, de grande penalidade, o colombiano Jackson Martinez (2-1), aos 29, e o japonês Nakajima (3-1), aos 45+1, concretizaram a reviravolta dos algarvios ainda antes do intervalo.

 Tomané ainda reduziu para 3-2, aos 62 minutos, antes de ser expulso aos 85, mas não evitou o quarto jogo do Tondela sem vencer no campeonato, em que segue no 15.º lu-gar, muito perto dos lugares de descida, com os mesmos nove pontos de Boavista (16.º) e Feirense (17.º).

 O Vitória de Guimarães venceu por 1-0 no terreno do lanterna-vermelha Desportivo de Chaves, com um golo do brasileiro Davidson, e somou o segundo triunfo consecutivo de uma série de seis jogos sem perder.

 Com este resultado, o Vitória de Guimarães subiu ao sexto lugar, com os mesmos 18 pontos do Rio Ave, enquanto o Desportivo de Chaves permanece no 18.º e último lugar, com sete, e somou o sexto jogo sem vencer no campeo-nato.