FC Porto goleia Marítimo no Dragão

0
57
FC Porto

FC PortoO FC Porto venceu ontem o Marítimo 4-1 e mantém-se na corrida à pré-eliminatória da Liga dos Campeões de futebol, continuando com cinco pontos de atraso para o Sporting de Braga, com 15 ainda em disputa na Liga de futebol.

 Depois de os “arsenalistas” terem ganho no sábado, os “dragões”, em bom plano, cumpriram com a sua “obrigação” e impuseram-se aos insulares: Taka (15 segundos) abriu o marcador para o Marítimo, mas os portistas responderam com tentos de Falcao (4 e 51), Raul Meireles (8) e Hulk (78).
 Com os dois golos, Falcao lidera os marcadores do campeonato com 20 golos, mais um do que o benfiquista Cardozo, que só joga segunda feira na visita à Naval 1.º de Maio.

 O Marítimo entrou a ganhar com um golo aos 15 segundos: Fernando perdeu a bola em frente à área e o japonês Taka aproveitou para desferir potente remate sem hipóteses de defesa.

 Apesar do contratempo, o FC Porto foi lesto na reação, começando com uma “bicicleta” vistosa de Falcao (04), após cruzamento de Guarin.
 Num início de partida emotivo, aos oito minutos, Miguel Lopes cruzou e Raul Meireles surgiu a cabecear para o segundo, com Peçanha a parecer mal batido.

 O desafio prometia muito, mas até ao intervalo caiu em qualidade técnica e espetáculo: o FC Porto revelava dificuldades com o “4x4x2” e o Marítimo jogava de igual para igual.
 Helton, dos melhores em campo, travou um aceso duelo com Kléber, a começar com uma defesa para canto, aos 32, seguindo-se uma defesa à "queima-roupa" na pequena área.

 No reatamento, o brasileiro foi novamente mais forte e negou-lhe um golo de calcanhar, dois minutos depois de Falcao (51) ter ampliado para 3-1, de cabeça após canto.

 O terceiro tento abateu o Marítimo, que não voltou a responder com a mesma consistência frente a um “dragão” mais forte e que fez o quarto por Hulk (78), descaído sobre a direita.