FC Porto empata em Leixões e perde terreno para o Benfica

0
157
FC Porto empata em Leixões

FC Porto empata em LeixõesUm golo solitário de Cardozo assegurou sábado ao Benfica o triunfo sobre o Belenenses e a manutenção da liderança na 19.ª jornada da Liga, na qual o FC Porto voltou a perder terreno, ao empatar 0-0 no terreno do Leixões.

  Na Luz, a poucos dias da visita ao Hertha de Berlim, na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa, o Benfica garantiu o triunfo aos 10 minutos, com o 17.º golo do paraguaio, melhor marcador do campeonato.
  Apesar da ‘contenção’, este resultado foi o que bastou aos ‘encarnados’ para se manterem na liderança, com 49 pontos, embora com mais um jogo do que o segundo classificado, o Sporting de Braga.

  Com este triunfo, as ‘águias’ terminam a semana 100 por cento vitoriosas nos dois ‘derbies’ lisboetas, após terem goleado o Sporting (4-1), a meio da semana, para as meias finais da Taça da Liga.
  Os ‘dragões’, que na quarta-feira recebem o Arsenal nos oitavos de final da Liga dos Campeões, podem queixar-se de uma grande penalidade não assinalada sobre Ruben Micael, mas sobretudo devem lamentar as diversas ocasiões de golo desperdiçadas perante um adversário excessivamente defensivo.

  A jornada iniciou-se na sexta feira, com o empate 0-0 entre Paços de Ferreira e Sporting.
  Um cenário pouco animador para a equipa de Alvalade, que leva cinco jogos consecutivos sem ganhar – quatro derrotas e um empate – e prepara-se para defrontar o Everton, amanhã, terça feira, nos 16 avos de final da Liga Europa.

LEIXÕES TEM NOVO TREINADOR

O espanhol Fernando Castro Santos, novo treinador do Leixões manifestou-se optimista quanto ao futuro do clube, mas admitiu que a tarefa de lutar pela manutenção será “difícil”.

  “O Leixões não pode descer. Temos que esquecer o passado e começar uma nova Liga. Vai ser difícil, mas sem nenhum temor”, afirmou o substituto de José Mota, que confessou-se espantado pela presença maciça de adeptos na conferência de imprensa de apresentação.

  Pela terceira vez a treinar equipas portuguesas – orientou o Sporting de Braga nas épocas 1997/98 e 2002/03 – Fernando Castro Santos até gostaria de liderar conjuntos com ambições diferentes, no entanto, fica satisfeito pelos “aflitos” reconhecerem o seu trabalho.