FC Porto é campeão nacional ao vencer o Benfica no Estádio da Luz

0
52
FC Porto é campeão nacional

FC Porto é campeão nacionalO FC Porto sagrou-se ontem à noite campeão nacional ao vencer o Benfica por 2-1 no Estádio da Luz. Golos de Falcão e Hulk para o lado dos dragões, e Saviola para os encarnados fizeram a história do clássico.

 Naquele que viria a ser o jogo do titulo ambas as equipas entraram velozes e com vontade de sair rápido para o ataque, com o FC Porto a ser melhor sucedido nas primeiras tentativas.
 Ao minuto oito, surge o primeiro golo da partida, para o FC Porto por Guarín, com um incrível frango de Roberto. O colombiano a cruzar aparentemente sem perigo, e Roberto ao defender larga a bola para dentro da baliza.
 O golo dos dragões deixou os jogadores encarnados intranquilos, no período que se seguiu.
 Ao minuto 16, Jara vai ser travado por Otamendi dentro da área, e Duarte Gomes as-sinala grande penalidade. Na marcação Saviola não perdoa e faz o 1-1. O jogo animava.

 Nove minutos volvidos, e vai ser o FC Porto a beneficiar duma grande penalidade. Roberto vai derrubar Falcão, e na concretização Hulk não falha. O guarda-redes encarnado a ficar mais uma vez ligado ao golo do adversário.
 O Benfica vai reagir bem ao golo portista, e ao minuto 33, Saviola vai ganhar uma bola e já dentro da pequena área vai rematar para a defesa de Helton.

 Os encarnados procuravam chegar ao golo mas os dragões não se desconcentra-vam defensivamente.
 Ao minuto 43, livre de Moutinho descaído para o lado esquerdo, e Roberto afasta com os punhos.
 Aos 46, novamente Roberto, desta vez numa defesa junto ao solo proveniente num re-mate de Guarín.
 O jogo ia chegar ao intervalo, com os Dragões a 45 minutos do título. O Benfica jogava de igual para igual com o FC Porto, mas os erros de Roberto foram preponderantes no resultado.
 No inicio da segunda parte, é o FC Porto que vai entrar melhor, com Falcão logo no pri-meiro minuto a fugir à defensiva encarnada e a rematar para defesa de Roberto, com as pernas.

 A reacção encarnado surge três minutos depois, com Saviola a rematar para uma boa defesa de Helton para canto. Na sequência do mesmo, Javi Garcia vai cabecear ao lado.
 Ao minuto 56, erro tremendo de Sidnei, que perde a bola para Falcão, que isolado com Roberto a atirar ligeiramente ao lado da baliza. Precipitação do avançado colombiano.

 Os dragões ganham o domínio do jogo e apesar de bastante morno, o FC Porto entra numa fase em que se sente confortável no encontro.
 Ao minuto 68, Otamendi vai ver o segundo amarelo e a consequente expulsão. O Benfica podia agora tentar fazer-se valer da superioridade numérica para chegar ao empate.
 Começava-se a notar a superioridade do Benfica em campo, e vai ser Cardozo a ficar muito próximo do empate ao minuto 75, ao cabecear para a defesa de Helton.

 Aos 86, é Cardozo a ser expulso, após entrada grosseira sobre Belluschi.
 Já em cima dos 90, Sidnei vai atirar para a defesa de Helton, na recarga Gaítan vai atirar uma bola ao poste e ficar muito próximo do empate.
 Pouco depois, Rodriguez vai ficar próximo do 3-1, mas Roberto a negar o golo ao uruguaio.
 No final, 1-2 para o FC Porto, com os dragões a conquistarem o 25º título nacional. Os dragões chegaram cedo ao golo, com um frango de Roberto a dar a Guarín o 1-0.

 Mais tarde depois dum penalty de Saviola que deu o 1-1, vai ser Hulk também de penalty a estabelecer o resultado final e sagrar o Porto campeão nacional.