Famalicão bate Belenenses SAD e segue na liderança da I Liga

0
120

O Famalicão garantiu no sábado a continuidade da liderança da I Liga de futebol após uma reviravolta que lhe valeu ao triunfo sobre o Belenenses SAD (3-1), numa sétima jornada em que o Benfica sofreu para bater o Vitória de Setúbal.

 Com uma primeira parte de bom nível, os azuis do Restelo estiveram na frente e dispuseram de várias oportunidades para dilatar a vantagem, mas a falta de pontaria e o guarda-redes Defendi, em grande plano, evitaram danos maiores.

 Pedro Gonçalves (61) e o suplente Anderson (80 e 87), que entrou somente aos 59 minutos, consumaram a reviravolta que valeu ao Famalicão a sexta vitória no campeonato, quarta seguida, após tento inaugural de Tiago Esgaio (44), que conferia justiça ao resultado ao intervalo.

 O conjunto de João Pedro Sousa, que regressou à Liga após 25 anos, soma 19 pontos, mais um do que o Benfica, que passou momentaneamente pelo comando, depois de bater o Vitória de Setúbal por 1-0, enquanto o FC Porto somou o sexto triunfo seguido na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer ontem por 1-0 no terreno do Rio Ave, com golo de Marega, mantendo-se a par do Benfica na perseguição ao líder Famalicão.

 Uma vez que o campeonato vai parar cerca de um mês, os minhotos vão manter o estatuto até ao fim de outubro, altura em que visitam o FC Porto, dia 27.

  O Benfica, campeão em título, foi líder durante um par de horas, mas sofreu para se impor aos sadinos, que a partir dos 80 minutos jogaram com mais um, após a expulsão de Taarabt. Frente a uma equipa muito bem organizada defensivamente, o avançado brasileiro Carlos Vinicius saltou do banco para sentenciar a partida, aos 64 minutos, e oferecer à equipa de Bruno Lage o quarto triunfo seguido no campeonato, depois do 0-0 com o Vitória de Guimarães no arranque da Taça da Liga.

  Na Madeira, o Moreirense ainda esteve na frente, com golo de Nenê, aos 78 minutos, contudo o conjunto liderado por Nuno Manta ainda conseguiu a reviravolta, protagonizada por Rodrigo Pinho, com tentos aos 84, de penálti, e 86 minutos.

  A jornada termina hoje, segunda-feira, com o Desportivo das Aves-Sporting, que marca a estreia de Silas como treinador dos ‘leões’, actuais oitavos classificados.