Faleceu o Jornalista Francisco Ferreira Sebastião, antigo Chefe de Redacção do Século de Joanesburgo

0
187

  Realiza-se hoje, segunda-feira, o funeral do jornalista Francisco Ferreira Sebastião, que faleceu na tarde da passada sexta-feira no Hospital Amadora-Sintra, onde se encontrava em tratamento a doença prolongada, depois de na semana anterior ter estado internado no Instituto Português de Oncologia, em Lisboa, e ali ter sofrido a infecção do vírus convid-19.

  Em sua memória, a Missa do 7º. dia será celebrada na Igreja dos Jerónimos, monumento maior de uma História que ele tanto venerava.

  Ferreira Sebastião foi Chefe de Redacção do Século de Joanesburgo de Setembro de 1974 a Junho de 1992, altura em que decidiu fixar residência em Portugal e ali prosseguir a sua carreira profissional nos quadros do jornal desportivo A Bola.

  Ao longo de quase dezoito anos de trabalho na África do Sul, sempre ao serviço de O Século de Joanesburgo, como Jornalista e Chefe de Redacção encarregado de coordenar o Suplemento Desportivo, demonstrou ser um excelente profissional. Inexcedível em dedicação, lealdade, pontualidade e respeito pelas hierarquias, Ferreira Sebastião colocou toda a sua extraordinária capacidade de trabalho ao serviço da Empresa, tendo durante o exercício das suas funções prestigiado o nosso jornal, nomeadamente pela qualidade atingida pelo caderno desportivo que se encontrava sob a sua orientação. Por sua iniciativa, “O Século de Joanesburgo” tornou-se o primeiro órgão de informação da diáspora portuguesa a possuir um Suplemento Desportivo.

  E dever de gratidão enaltecer a forma muito digna como Ferreira Sebastião sempre representou o jornal nos trabalhos de cobertura noticiosa que lhe foram confiados e pelo alto espírito de iniciativa demonstrado nas reportagens que realizou, não só na África do Sul, nomeadamente junto das Colectividades Portuguesas e no apoio aos seus torneios desportivos, como nas suas deslocações ao estrangeiro, em particular na cobertura dos jogos dos Torneios da UEFA e da FIFA no México, onde acompanhou com grande profissionalismo o Campeonato Mundial de Futebol. De igual modo, acumulou com elevada competência as funções do então Chefe de Redacção Rogério Varela Afonso, durante as suas férias e ausências ao serviço do jornal, com o qual fez uma grande equipa de trabalho na expansão e projecção do Século.

  Natural da Freguesia de Atouguia da Baleia, no Concelho de Peniche, onde nasceu a 3 de Setembro de 1940, Francisco Ferreira Sebastião chegou em 1956 a Lourenço Marques para trabalhar nas oficinas do jornal Diário, propriedade da Arquidiocese, depois de ter frequentado o curso de artes gráficas no Colégio Oficinas de S. José, dos Salesianos, em Lisboa. Graças à sua juventude, dedicação e gosto pelo desporto, cedo ascendeu, por mérito próprio, à chefia da Secção Desportiva do jornal, então sob a direcção do Padre Joaquim Luis dos Santos e com a Redacção chefiada por Varela Afonso. Na capital moçambicana, foi um dos grandes dinamizadores dos Torneios de Futebol do Caniço.

  Ferreira Sebastião era casado com Maria do Patrocínio Fidalgo Sebastião e era pai de Ramiro José Fidalgo Sebastião, profissional do sector bancário em Joanesburgo. Era avô de Renato Miguel Lopes Sebastião e de Catarina Lopes Sebastião.

  O Século de Joanesburgo, através do seu Conselho de Administração, do director e dos membros da Redacção do Jornal, apresentam sentidas condolências à Família enlutada.