Faleceu o Comendador Horácio Roque

0
203
Comendador Horácio Roque

Comendador Horácio RoqueO Comendador Horácio da Silva Roque faleceu na manhã de  quarta-feira em Lisboa, aos 66 anos de idade, na sequência de um acidente vascular cerebral (AVC). O fundador do BANIF – Grupo Financeiro, de que era Presidente do Conselho de Administração e, também, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Século, sofreu um AVC a 4 de Março passado, tendo sido inicialmente encaminhado para o Hospital de Cascais, de onde foi transferido para o Hospital de S. José em Lisboa.

O seu funeral realizou-se na sexta-feira, com Missa de corpo presente na Basílica da Estrela, em Lisboa, que registou a presença, além de familiares e amigos, de muitos empresários, banqueiros, políticos e outras personalidades da vida pública do País. Na tarde do mesmo dia efectuou-se uma Missa de corpo presente na igreja da sua terra natal, Oleiros, Castelo Branco, tendo depois o cortejo fúnebre seguido a pé para o cemitério local, onde a urna foi sepultada na cova onde já jaziam os seus pais.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA ENVIA CONDOLÊNCIAS

  O Presidente da República, Cavaco Silva, enviou as condolências à família de Horácio Roque numa mensagem onde destacou o "exemplo de vontade de triunfar, de força e energia, de espírito empreendedor".
  "Ao tomar conhecimento da morte do Comendador Horácio Roque, envio à família enlutada as minhas mais sentidas condolências", disse Cavaco Silva na quarta-feira, segundo um comunicado enviado à imprensa.
  Para o Chefe de Estado, o fundador do Banif é um homem que "nunca se deixou vencer pela adversidade, nem se conformou com o destino das suas origens".
"A sua memória merece o respeito e a admiração dos portugueses", concluiu Cavaco Silva.

MENSAGEM DE PESAR DE JOSÉ SÓCRATES

  O Primeiro Ministro disse que recebeu a notícia da morte de Horácio Roque "com grande pesar e tristeza" e expressou os seus votos de condolências à família do banqueiro, que disse muito admirar.
  "Recebi a notícia com grande pesar e grande tristeza. Horácio Roque era uma grande personalidade da vida portuguesa, um grande empresário e um grande banqueiro", disse  José Sócrates, falando aos jornalistas no final de uma reunião de concertação social.
 O Primeiro Ministro destacou que o banqueiro "sempre o distinguiu com amizade" e recordou as conversas com Horácio Roque, em especial sobre a Madeira, "que ele tanto amava".
 "Exprimo um grande pesar. É a perda de uma pessoa que eu muito admirava e muito considerava", disse o Primeiro Ministro, expressando então os seus votos de condolências à família do banqueiro.
  José Sócrates deixou ainda uma palavra de "coragem" aos familiares de Horácio Roque.

PALAVRAS DO EMPRESÁRIO JOE BERARDO

O empresário madeirense Joe Berardo considerou "uma desgraça" a morte do Presidente do Banif – Grupo Financeiro, Comendador Horácio da Silva Roque.
  "É uma desgraça o que aconteceu, para mim era como um irmão", disse, comovido, à agência Lusa, escusando-se a fazer mais comentários.
  Horácio Roque e José Berardo eram sócios em vários negócios designadamente na banca, no turismo e nos tabacos, entre outros.

CRÓNICA DE ALBERTO JOÃO JARDIM NA PÁGINA 24

  O Presidente do Governo Regional da Madeira, dr. Alberto João Jardim, dedica uma crónica a Horácio Roque na última página desta edição.