Euro-2012: Espanha e Itália empatam a uma bola

0
116
Euro-2012: Espanha e Itália empatam a uma bola

Espanha e Itália empataram 1-1, no primeiro jogo do Grupo C do Euro-2012. Di Natale marcou para os transalpinos aos 61’ e Fàbregas restabeleceu a igualdade três minutos depois.

Vicente Del Bosque montou um esquema sem pontas-de-lança – Torres,  Negredo e Llorente começaram no banco – e Cesare Prandelli respondeu com a colocação de três defesas, um deles Daniel De Rossi, médio da Roma, que está a actuar como líbero.
Nos primeiros 45 minutos Espanha teve mais posse de bola, mas foi a Itália que dispôs das melhores oportunidades.  A ‘squadra azurra’ demonstrou muita solidez defensiva e procurou sair em ataques rápidos, normalmente lançados por Andrea Pirlo. Na frente António Cassano esteve em evidência e ficou próximo do golo em duas ocasiões: num remate cruzado ao lado (22’) e noutro, para boa defesa de Casillas (34’).
O guarda-redes espanhol voltou a brilhar aos 44’, respondendo com uma excelente defesa a um cabeceamento de Thiago Motta. Pouco antes, Iniesta teve nos pés a única oportunidade, mas depois de receber a bola na área, rematou por cima.
No reatamento, Espanha entrou mais veloz e, logo aos 51’, Iniesta rematou cruzado de pé esquerdo para uma grande defesa a Buffon.
Itália respondeu, num lance em que Balotelli roubou a bola a Sérgio Ramos, isolou-se, mas demorou tanto tempo a decidir o que ia faze que permitiu a recuperação do defesa do Real Madrid (55’).
O avançado do Manchester City foi substituído de imediato por Di Natale, e o veterano da Udinese só precisou de cinco minutos para inaugurar o marcador, depois de receber um fantástico passe de Andrea Pirlo.

O jogo ganhou então maior vivacidade e a reacção espanhola não tardou: aos 64’, David Silva descobriu Fàbregas no coração da área e o jogador do Barcelona, só com Buffon pela frente, não perdoou.
Os últimos 20 minutos foram disputados numa toada de parada e resposta. Aos 75’, Fernando Torres apareceu isolado, mas não conseguiu fintar Buffon e, na jogada seguinte, o recém-entrado Giovinco fez um ‘passe de morte’ para Di Natale, que rematou de primeira, com a bola a sair ao lado do poste direito.
Torres voltou a ter o golo da vitória nos pés, aos 86’, mas a tentativa de chapéu a Buffon saiu ligeiramente por cima.
O empate acaba por ser o resultado mais justo, num jogo em que a Itália foi superior na primeira parte e Espanha dominou na segunda.