Estoril-Praia quer criar modelo único de Academia na Europa

0
16
Estoril-Praia quer criar modelo único de Academia na Europa

O presidente do Estoril-Praia, Alexandre Faria, clube da Primeira Liga, revelou na quarta-feira que pretende criar uma academia internacional do clube, com um modelo pioneiro de gestão desportiva a nível europeu, não apenas virado para o futebol.

 “O nosso modelo de formação não pretende replicar nenhum dos já existentes.

 Temos um misto de sucesso do Sporting, Benfica, de experiências do Brasil através da Traffic, de experiências adquiridas do Ajax, do Barcelona, é um misto de sucesso de cada um, mas que nos permitirá também através das nossas ideias criar um modelo único, uma referência europeia”, disse, o presidente em declarações à agência Lusa.

 Alexandre Faria disse ainda que essa academia destina-se também a outras modalida-des.

 “A academia passa por colocar as 14 modalidades do Es-toril na mesma infraestrutura, de modo a ser uma academia de formação não só com campos de futebol, mas também com um pavilhão e um auditório que terá como objectivo formar dirigentes, árbitros, treinadores, atletas, aliando a prática desportiva às formações teóricas. É um modelo único de verdadeira gestão desportiva”, explicou.

 O dirigente informou ainda que espera “começar brevemente a construção”, faltando apenas “alguns parceiros estratégicos”.

 Segundo o mesmo, a obra tem em vista também interesses turísticos associados.

 “O concelho, pela sua vocação turística, já tem principais valências como o hipódromo, o autódromo, o aeródromo ou a marina, mas falta-lhe a valência do turismo des-portivo.

 Todas as equipas que participaram connosco na Liga Europa ficaram deslumbradas com o concelho, queriam realizar estágios, mas faltavam condições para isso.

 Queremos assumir-nos como uma entidade com um papel importantíssimo no conce-lho”, afirmou.

 Relativamente à SAD do emblema da Linha, gerida pela empresa brasileira Traffic, Alexandre Faria assegura que vai continuar a ser o representante do clube, assumindo no entanto um novo papel.

 “A grande tónica é que o Estoril-Praia tem sido uma combinação e fórmula de sucesso, de coabitação entre duas entidades que procuram o que as une e não o que as separa. A alteração é que como presidente do clube, em termos institucionais, possa representar todo o universo Estoril-Praia para que falemos sempre a uma só voz. Isto é algo inédito e só possível graças a relação de confiança e amizade com a SAD”, referiu  Alexandre Faria.