Equipa principal do Luso África vence o derby frente ao Randburg FC

0
46
Equipa principal do Luso África vence o derby frente ao Randburg FC

Já se antevia um encontro muito difícil para os homens do Hattingh Park, pois a equipa de Randburg era e é um adversário difícil e que sabe muito bem segurar o jogo.

 Sabe segurar muito bem o meio campo e possui jogadores de certa envergadura  que conhecem alguns “truques” que passam desapercebidos aos árbitros.
 Referimo-nos aos empurrões e aos “carrinhos” que passaram em branco sem a amostragem dos respectivos cartões amarelos.
 Jogando no meio campo usufruiram do domínio do jogo, pois não permitiram falhas ao terceiro toque.
 Foi o que sucedeu com a equipa do Luso África, muito voluntariosa, mas a perder a bola para o adversário logo no terceiro toque.
 O Luso África, mercê da velocidade dos seus jogadores soube surpreender o adversário e de rompante abriu o marcador e passou a comandar o jogo.
 Com mais sorte ou menos sorte conseguiu o segundo tento, que de certo modo de-veria dar uma certa tranquilidade às suas hostes.
 Recolheram às cabinas com esse confortável resultado, que alimenta algumas es-peranças, ainda melhores para o segundo tempo.
 Simplesmente após o descanso os visitantes quiseram e deram um ar da sua graça e demonstraram que não estavam alí para servirem de “bombo” da festa. Chamaram a si as rédeas do jogo e, aproveitando uma pequena desatenção da defensiva da equipa portuguesa, reduziram a vantagem.
 Esse golo, caído do céu, teve o condão de despertar o Randburg que foi à procura de um melhor resultado – o empate.
 Valeu que o Luso África despertou e acreditou em sí. Os seus jogadores não facilita-ram nada.

 Embora se atirassem para o ataque à procura do terceiro golo, o tento da tranquilidade, nunca descuraram, o seu sector mais recuado.
 Simplesmente os seus avançados estavam sem inspiração e tiveram perdidas in-críveis.
 No abono da verdade o resultado poderia ter sido muito mais ditlatado.
 Mas ao fim dos 90 minutos conseguiram a vitória, 2-1 e os três pontos.
No primeriro encontro da tarde, defrontraram-se as equipas de Reservas.
 Desde o primeiro minuto, tomando em conta que estava a jogar em casa e apoiado pelo seu público, que acorrreu em razoável número, apesar do frio que assolou durante a tarde, o Luso África dominou os acontecimentos e fartou-ser de falhar golos atrás de golos.
 Numa desatenção da defensiva da equipa portuguesa, o adversário marcou e passou a liderar o marcador, embora contra a corrente do jogo.
 São coisas que acontecem no futebol, quem não marca sugeita-se a perder.
 As equipas recolheram às cabines e o Randburg, averbava o marcador a seu favor, por 1-0. Resultado injusto, diga-se de passagem.
 No reatamento o Luso África veio todo para o ataque, enquanto os visitantes procuraram segurar a magra vantagem,.
 A turma portuguesa, queixou-se de certa dureza dos adversários e de um penalti não assinalado, bem como de um golo mal anulado por pretenso fora-de jogo, que teria dado o merecido empate.
 No outro encontro da categoria Sub-20, a equipa surpresa do Luso África voltou a averbar uma vitória fora de casa.
 Os jovens arrancaram uma vitória frente ao Alberton por 3-2. No sábado a equipa principal e a de Reservas joga fora com o Robertsham. A partida de Reservas principia às 14h00, seguindo-de o encontro principal.