Empresário luso-canadiano quer usar Açores para expander rede de gestão para a Europa

0
55
Empresário luso-canadiano quer usar Açores para expander rede de gestão para a Europa

O empresário luso-canadiano David Tavares revelou à Lusa que pretende utilizar os Açores como “porta” de expansão de uma rede de software que permite controlo de equipamentos à distância em sistemas hospitalares.

 “Há um ano, a companhia tinha apenas um cliente em França, mas neste momento já existem mais seis ou sete, incluindo Espanha, inclusive em Portugal os negócios também estão a crescer”, revelou o empresário.

 Com cerca de 150 funcionários, 23 estão nas instalações da empresa em São Miguel, onde é criado “noventa e nove por cento” do produto em termos globais. A empresa tem escritórios em Toronto (Canadá), Boulder (Estados Unidos), São Paulo (Brasil) e São Miguel e Lisboa (Portugal).

 David Tavares está no mercado à procura de empregados portugueses “qualificados em informática, marketing e desenvolvimento de software” para que possam dar o seu contributo ao projecto.

 O software da empresa permite ligar em rede diversos aparelhos e secções, como é o caso dos hospitais, ou dos próprios escritórios da empresa.

 “Quanto introduzem o cartão, o sistema reconhece a pessoas e automaticamente ac-ciona o ar condicionado, a luz do escritório, controlando os escritórios nos Estados Unidos, Brasil, Ponta Delgada e Lisboa”, explicou.

 Para aperfeiçoar o sistema, de 1 a 3 de Abril de 2014, tem lugar nos Açores uma conferência intitulada “Worl Con-nect”, que terá como oradores os utilizadores da rede de vários pontos do mundo.

 “Queremos juntar vários elementos dos hospitais, quer da informática ou medicina, para que façam as apresentações para explicar como está a funcionar a rede”, referiu.

 Os hospitais “são verdadeiras cidades” e os funcionários dos vários departamentos “não se conhecem”, naquela que será uma excelente oportunidade para “partilharem” experiências.