Empresa mineira sul-africana Village Main Reef despede 93 trabalhadores moçambicanos

0
37

A empresa mineira sul-africana Village Main Reef rescindiu contrato com 93 trabalhadores moçambicanos no âmbito de um programa de redução de mão-de-obra, anunciou o Ministério do Trabalho e Segurança Social de Moçambique, que está a acompanhar a situação.

  “Decorre até final deste mês o processo de compensação e indemnização [dos trabalhadores despedidos]”, afirmou o delegado do Ministério do Trabalho e Segurança Social de Moçambique na África do Sul, João Almeida, em declarações à emissora pública Rádio Moçambique.

  João Almeida avançou que, no total, a Village Main Reef despediu 2.000 trabalhadores de várias nacionalidades e que a decisão se deve a perdas que a firma tem vindo a acumular nos últimos anos, devido à queda do preço de ouro.

  Outros cerca de 6.000 mineiros estão em risco de cair no desemprego na Village Main Reef, adiantou João Almeida.

  A indústria extractiva e de mineração na África do Sul emprega cerca de 442.500 mineiros, dos quais 20.810 são moçambicanos, em minas de ouro e platina, adiantou à Lusa, em Agosto, o Conselho de Minerais sul-africano.

  Dados do Conselho de Minerais (Minerals Council SA, na sigla em inglês), que representa 90% da produção mineira na África do Sul, indicam que o sector contribuiu com 360.9 mil milhões de rands (18.087 biliões de euros) para o Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2019.