Empresa italiana investe 200 milhões em novo terminal de cruzeiros em Durban

0
97

 A empresa italiana multinacional de cruzeiros MSC anunciou um investimento de 200 milhões de rands para a construção de um novo terminal de cruzeiros, na cidade sul-africana de Durban.

 As obras do novo Terminal de Cruzeiros de Durban, o porto de cruzeiros mais movimentado da África do Sul, vão arrancar já em Novembro e deverão estar concluídas em 2021.

 Falando à imprensa, em Joanesburgo, o admnistrador da MSC Cruzeiros na África do Sul, Ross Volk, referiu ainda que o investimento da empresa familiar italiana no novo terminal de cruzeiros de Durban, contempla também uma vertente de formação com a abertura da MSC Shosholoza Ocean Academy, que pretende formar cerca de 5.000 jovens nos próximos cinco anos.

 A MSC Cruzeiros é a maior empresa privada de cruzeiros do mundo, com uma frota de 16 navios de cruzeiro, a operar actualmente em todos os principais destinos turísticos de cruzeiros.

 A empresa integra o MSC Group, o principal conglomerado de logística e transportes com sede na Suíça, que também administra operações de transporte de carga na África do Sul.

 O grupo opera navios de cruzeiro nas águas sul-africanas há mais de uma década, através do porto de Durban, para as ilhas Portuguesas, em Mo-çambique, Madagáscar e Maurícias, na época de verão.

No ano passado, a empresa disse ter movimentado mais de 130.000 passageiros em cruzeiros na África do Sul e registrou um aumento de 25% no negócio.

 Por seu lado, o presidente do Grupo Angelo Capurro, sublinhou que a “África do Sul é um mercado importante para a MSC Cruzeiros e reflecte o nosso investimento crescente em cruzeiros globais”.

 “Na verdade, na África do Sul para a próxima temporada de cruzeiros, a partir de Dezembro, teremos mais dois navios, o maior MSC Musica com capacidade para 3.200 convidados será aportado em Durban, enquanto o MSC Opera será aportado na Cidade do Cabo e terá capacidade para cerca de 2.500”, afirmou.

 Capurro anunciou ainda que o objectivo da MSC Cruzeiros é lançar 13 navios da próxima geração entre 2017 e 2027, o que elevará a sua frota para 25 e triplicará a capacidade de passageiros para cerca de 5 milhões a nível global.

 O investimento total da em-presa nesses navios ronda os 200 biliões de rands, salientou.