Empate no derby entre Sporting de Joanesburgo e Luso África

0
47
Empate no derby entre Sporting de Joanesburgo e Luso África

Sábado foi dia de “derby” entre as duas equipas portuguesas que participam na Primeira Liga Distrital do da Província do Gauteng. O Sporting Clube de Joanesburgo, recebeu no seu reduto a representação do Luso África que nesta temporada tem somadao por vitórias as suas actuações, com a excepção da última jornada, em que foi surpreendida em casa e perdeu por 2-1.

 Pois bem a tarde de sábado foi soalheira, não havia vento e o frio não apertava muito.
 Tudo convidada a uma boa jornada desportiva, com o púbico afecto às duas equipas a não faltar com o seu apoio.
 De Hattingh Park, a casa do Luso África, deslocou-se um bom grupo de adeptos, que como símbolo de bom entendimento que impera entre os dois clubes se misturou com os apoiantes sportinguistas. Sinal do desportivismo que impera entre o futebol menor, que deveria ser seguido pelas claques dos Grandes.
 A tarde desportiva teve o seu início com o duelo entre as equipas de Reservas dos dois clubes.
 Foi uma partida muito interessante de ser seguida, dado que as duas equipas prima-ram  em brindar o público com jogadas de bom futebol.
 Os primeiros 45 minutos foram jogadados numa toada muito rápida, com a excepção dos primeiros dez, em que os dois agrupamentos passaram por uma fase de estudo mútuo e o de não arriscar muito com adversário que encontravam pela frente.
 Foram muitas as oportunidades de marcar o golo inaugural, mas os avançados das duas equipas primaram por falhar, alguns casos de baliza aberta, outras contando com as boas defesas dos dois guarda-redes, que tiveram uma boa actuação.
 O mesmo não podemos dizer do árbitro da partida, que, privado de juízes auxiliares, falhou muito na lei do fora-de-jogo.
 O intervalo chegou com um empate a nulo.
 No reatamento esperava-se que as linhas dianteiras marcassem golos para a satisfa-ção dos adeptos do futebol.
 Tal não veio a acontecer e a segunda parte foi uma cópia daquilo que acontecera nos primeiros 45 minutos.
 Jogadores laboriosos, domínio de bola mas com muita falta de pontaria para acertar no alvo, que era a baliza.
 Voltaram a surgir perdidas in-críveis para o desespero dos  treinadores das duas equipas e também dos adeptos que acorreram em razoável número.
 Os responsáveis ainda me-xeram na equipa, com algumas saídas e entradas, mas tudo ficou na mesma, pois o resultado não sofreu qualquer alteração e o “tic-tac” do cronómetro do árbitro, que ainda deu uns minutos extras, não serviu de nada, e chegou-se ao fim com o empate nulo

 O encontro principal, entre as primeiras equipas do Sporting Clube de Joanesburgo e do Luso África, era aguardado com muita ansiedade, dado que o resultado iria mexer com a tabela classificativa da Liga, pois em caso de vitória, os “leões” de Joanesburgo, tinham a podssibilidade de passar para a frente.
 O encontro começou numa toada frenética. O Luso África teve a primeira oportunidade, de abrir o marcador mas os donos da casa, logo na  sua primeira jogada de ataque, muito bem gizada, inaugurou o marcador e passou a liderar a partida.
 O Luso África acusou o golo sofrido. Não se limitou a aceitar o desenrolar dos acontecimentos, antes pelo contrário veio para à frente à procura de desfazer o prejuízo.
 Foi a melhor fase do encontro, numa parada e resposta  dos dois lados, com boas jogadas e com golos à mistura, para gáudio do público presente. Partida sem golos é como pão sem sal.
 O intervalo chegou com as equipas a recolher às cabines averbando um empate a 2-2.
 No regresso apesar de jogar fora de casa, a turma do Luso África pretendeu virar o resultado a seu favor.
 Podemos no abono da verdade, afirmar que já vinham a merecer, pois os seus avançados mostraram-se mais afoitos e tiveram perdidas incríveis à frente da baliza, mas também contaram com o guarda-redes sportinguista a saber fazer frente aos remates com boas defesas.
 No entanto, tanto insistiram, que conseguiram os seus intentos, isto é, passaram para a frente do marcador e lidar a partida, pois os jogadores do Sporting pareciam ter adormecido e facilitaram.
 Os derraradeiros 15 minutos da partida, foi a vez do Sporting tomar conta de jogo e os seus jogadores tudo fizeram para fugir à derrota em casa. Por sua vez a equipa do Luso África retraiu-se um pouco, ou pensou que segurando o meio campo, e re-cuando a defensiva, poderia levar para casa os almejados três pontos da vitória. A dez minutos do final do tempo regulamentar, os sportinguistas conseguiram o golo, pelo qual tanto lutaram, repondo a igualdade na partida, 3-3 que se mateve até ao final do encontro. O resultado premeia as duas equipas e nenhuma se pode queixar. É certo que o árbitro exagerou na amostragem de cartões amarelos. Do lado do Luso África queixam-se de um fora-de-jogo mal assinalado e do facto de terem contado com três jogadores que se lesionaram durante o encontro.
 Outros resultados do Luso África:
 
* Terceiro Time: Luso África, 2-Rovers, 0
 Luso África, 3-Azbebbelfe, 4
 Sub-20: Luso África, 6-Hglannes City,2
 Sub-17:  Luso África, 4-Wits, 2