Emigração foi um caminho de emancipação das luso-venezuelanas – Manuela Aguiar

0
115
Emigração foi um caminho de emancipação das luso-venezuelanas – Manuela Aguiar

A emigração para a Venezuela foi uma maneira de as mulheres portuguesas se emanciparem e afirmarem, defendeu em Caracas a ex-secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Manuela Aguiar.

 “O trabalho autónomo e a educação, a cultura, são as grandes vias de emancipação da mulher e por isso a emigração foi uma via, um caminho de libertação para a mulher e de auto-afirmação, de autoconfiança e até de ganhar dentro da família, para além do seu papel tradicional também o papel de mediador com as sociedades de acolhimento”, disse.

 Manuela Aguiar falava no âmbito de uma visita cinco dias à Venezuela, onde participou no 2.º Encontro Nacional da Mulher Migrante, durante o qual foi constituída a Associação da Mulher Migrante Luso-venezuelana.

 A antiga secretária de Estado destacou “a participação o dinamismo de um número muito grande instituições de associativismo feminino mas também um grande número de mulheres que participam activamente na gestão das grandes associações tradicionais e tudo isso sempre com o intuito de preservar a cultura portuguesa e de ajudar”.

 “Hoje não há nenhum país onde a evolução tenha sido tão rápida e tão positiva. A situação da mulher luso-venezuelana só é comparável à situação das mulheres na América do Norte onde o próprio ambiente, o próprio meio do país ajuda muito também a essa integração”, disse.

Por outro lado explicou que “vivem em duas pátrias, ligadas a duas pátrias mas também entre dois mundos, entre um mundo venezuelano, canadiano, brasileiro e um mundo português nesse país que, tradicionalmente em regra quase sempre é muito mais fechado à progressão das mulheres que a própria sociedade onde estão”.

 “Nós, a Associação de Estudos da Mulher Migrante vamos daqui realmente com uma imagem motivadora e uma mensagem para outras comunidades porque a Venezuela e a comunidade luso-venezuelana dá exemplos extraordinários”, disse.