Embaixador norte-americano aponta Guimarães como exemplo da capacidade empreendedora de Portugal

0
74
Embaixador norte-americano aponta Guimarães como exemplo da capacidade empreendedora de Portugal

O embaixador dos Estados Unidos da América em Portu-gal afirmou que a Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012 é um exemplo da “capacidade empreendedora” existente em Portugal e admitiu que não seria possível um evento semelhante no seu país.

 Alan Katz, que falava no Instituto do Design, no final de uma visita a Guimarães 2012, disse estar “espantado” e “maravilhado” com o envolvimento da população no projecto.

 O diplomata apontou ainda diferenças entre o sistema de apoio cultural na Europa e nos Estados Unidos da América (EUA).

 Sobre Guimarães 2012, o representante do Governo de Obama em Portugal enalteceu o “extraordinário sentimento de compromisso da população com o evento”, que, referiu, “é demonstrado pelos vários corações espalhados pela cidade.

 Aliás, Katz afirmou mesmo que Guimarães 2012 é um “exemplo” da capacidade portuguesa em realizar feitos.

 “Dizem que os portugueses não muito empreendedores. Quando voltar para Lisboa vou lá dizer que os dali não sei, mas em Guimarães isso não é verdade”, salientou.

 Katz apontou ainda diferenças entre a forma como a Cultura é encarada em ambos os continentes.

 “Nos EUA nunca tivémos o apoio a atividades culturais do Governo como existe na Europa. Temos filantropos privados, é um sistema muito diferente”, apontou.

 Segundo Alan Katz, um evento da envergadura de uma Capital Europeia da Cultura “não seria possível” do outro lado do Atlântico porque, justificou, “os EUA são muitos extensos geograficamente e possuem uma variedade enorme de manifestações culturais”.

 No entanto, Katz reconhece “ligações e semelhanças” entre os EUA e a Europa.

 “A cultura europeia é, de várias formas, a nossa herança nos Estados Unidos. Temos muito imigrantes, muitos com raízes portugueses. Somos muito ligados à Europa”, disse.